23 de jan de 2013

43.497 bilhões de dólares , foram gastos em 2011 e 12 pelos brasileiros no exterior. Isso é um tapa no rosto de toda a estrutura receptiva em nosso país. Otavio Demasi

43 Bilhões de dólares voaram literalmente para o exterior em 2011 e 12

 O direito de cada brasileiro gastar seu dinheiro onde bem entender, lhe é garantido, mas essa montanha de dinheiro, só mostra o amadorismo e chutometro de  como a atividade turística é tratada no país, e isso não é de hoje,  seja pelos governos em todos os niveis, legislativos,  empresariado, associações, entidades, sindicatos, universidades, etc. Falta logística, planejamento, pesquisa, estatística, levantamentos em geral,  racionalização dos custos empresariais,  ações de marketing , conscientização, sensibilização, treinamento,  receptivo, mão-de-obra especializada e todo esse amadorismo e mercantilismo desvairado de lucro, faz com que o viajar pelo Brasil se torne mais caro, do que se deslocar ao exterior, mesmo com toda a quebradeira dos paises em geral nas outras partes do mundo. Uma mega reforma tributária, em muito ajuda a redução dos custos operacionais e o barateamento de produtos e serviços.


Sendo uma atividade macro, com implicação direta e indireta com quase todas as atividades economicas, necessita de ação cordenada, cooperativada, de pensar a atividade no curto, médio e longo prazo, alçando o turismo a nivel de prioridade máxima nacional, pois não precisamos sangrar nossas reservas minerais, arrasar nossas florestas  plantando soja , ou pastagens para criação de  boi, para exportarmos a preços  ditados pelo mercado internacional. Nossas riquezas, nossas belezas, nosso meio-ambiente, nossa gente, nossa cultura, nossa gastronomia, nosso folclore,  nosso carnaval , nosso futebol, entre tantos outros atrativos são a matéria-prima, que serão consumidas milhares e milhões de vezes e enviadas para o exterior via filmes ou fotos, além do efeito multiplicaqdor na economia.

Imaginem 43,497 bilhões de dólares, 90  bilhões de reais injetados em nossa economia. Sabemos que em 2011, entre as 100 cidades mais visitadas no mundo a 86 foi o Rio de Janeiro e a 88 foi São Paulo, o que mostra o quanto somos visitados e o que os estrangeiros gastaram  não chega a 20% do que gastamos no exterior.

É bom filosofar, levantar aspectos sociológicos, antropológicos, culturais, psicológicos e dimensionar via enorme mutirão nacional,  uma guinada de 360 graus, quanto a operacionalização das políticas públicas e comerciais a serem aplicadas para que o setor turistico nacional , seja  a maior locomotiva economica de nosso país. Cabe a cada um de nós pensarmos, colaboraramos e agirmos e nos conscientizarmos que essa montanha de dinheiro, ou pelo menos grande parte dela, seja em 2013 reinvestida dentro de nossas fronteiras, solidificando ainda mais a nossa economia e melhorando mais ainda a qualidade de vida de todos os brasileiros.
consultor de turismo - jornalista Mtb 32548 - www.odtur.blogspot.com   -
foto 3bp.blogspot.com

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © . ODTUR - Otavio Demasi: Turismo e Políticas Públicas - Posts · Comments
Theme Template by BTDesigner · Powered by Blogger