6 de set de 2013

Secretário do Estado do Turismo de Angola quer associações fortes para acompanhar o desenvovlvimento do sector



 O secretário de Estado da Hotelaria e Turismo de Angola, Paulino Baptista, considerou , ser necessário que as associações profissionais ligadas à hotelaria e turismo na província da Huíla se tornem coesas e fortes no âmbito organizativo, por forma a acompanhar o desenvolvimento do sector.  


A falar na cerimónia de abertura do Fórum sobre “ Desafios que se colocam ao empresariado angolano para o desenvolvimento da sua actividade no âmbito do turismo”, acrescentou que os empresários do ramo de hotelaria e turismo devem estar fortes para enfrentar os desafios que o país terá até 2020.
"Respondendo a essas premissas estamos aqui para mostrar os desafios que o sector terá que enfrentar até 2020, no âmbito da implementação do plano director do turismo, aprovado pelo executivo em 2011” realçou o responsável da hotelaria e turismo.
Lembrou que a intenção é atingir até 2020, 4,6 milhões de turistas, sendo que 60 porcento deverão ser nacionais, 4,7 biliões de dólares americanos advirão de receitas no turismo, um milhão de pessoas estarão empregadas em actividades relacionadas com o sector e três porcento é do PIB angolano.
Paulino Baptista, referiu que o turismo é o sector produtivo e social, cujo seu desenvolvimento pode contribuir satisfatoriamente para a diversificação da economia, o aumento do emprego e auto emprego bem como a renda, melhoria do bem-estar da população.
Acrescentou igualmente que, o turismo promove o fomento e criação de pequenas e medias empresas, melhorias dos níveis de formação profissional, modernização e qualificar e inovar o tecido empresarial do país, contribuindo para a redução das assimetrias regionais e de combate à pobreza.
O secretário do Estado afirmou que os peritos do turismo descrevem que o sector é eminentemente privado, mas o estado deverá ter um papel de apoio ao investimento, promovendo-o através da simplificação da burocracia e criação de incentivos fiscais, financeiros e outros.
extradidoo do www.pontodevista.com.pt 

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © . ODTUR - Otavio Demasi: Turismo e Políticas Públicas - Posts · Comments
Theme Template by BTDesigner · Powered by Blogger