4 de jan de 2014

Arte contemporânea dos povos indígenas é tema de mostra - MIRA em Brasilia-DF


Cores vibrantes e temas ligados a crenças e vivência dos povos indígenas figuram as obras da exposição ¡Mira! — Artes visuais contemporâneas dos povos indígenas, até 2 de fevereiro. São formas, cores e ideias que compõem pinturas, desenhos, cerâmicas, esculturas, vídeos e fotografias dos povos originários da América do Sul — Bolívia, Brasil, Colômbia e Peru — reunidas pela primeira vez pelas galerias da Casa de Cultura da América Latina da Universidade de Brasília (UnB).


Divulgação
 MostraTrabalhos produzidos por tribos originárias da América do Sul
Idealizada no Centro Cultural da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), em Belo Horizonte, a exposição tem a proposta de trazer ao público as novas estéticas dos povos ameríndios. O conhecimento e as tradições dos povos são evidenciados por meio das linguagens artísticas que passam a ser um canal de transmissão de tais saberes. “A produção simbólica do povo aymara traz consigo uma enorme carga de conhecimento, de saberes, de tradições, que foram sendo transmitidos por meio de distintas linguagens artísticas. Meu trabalho é retransmissão desse conhecimento”, explica Dennys Huanca, artista do povo indígena aymara, que vive nos Andes bolivianos.
O projeto é resultado de estudo realizado por uma equipe formada por antropólogos, comunicadores e indigenistas. Foram levantadas mais de 300 obras. Depois, um conselho curador, composto por especialistas em artes visuais, escolheu mais de 100 obras de artistas de diferentes etnias.
¡Mira!
Artes visuais contemporâneas dos povos indígenas. Até 2 de fevereiro, todos os dias das 9h às 18h. Galerias Acervo, CAL e de Bolso da CAL — SCS Quadra 4, Edifício Anápolis. Entrada franca. Classificação livre.
material divulgação

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © . ODTUR - Otavio Demasi: Turismo e Políticas Públicas - Posts · Comments
Theme Template by BTDesigner · Powered by Blogger