21 de mar de 2014

DAL PIAN ARQUITETOS ASSOCIADOS: Centro Cultural, de Eventos e Exposições de Paraty-RJ




O escritório paulista Dal Pian Arquitetos Associados apostou num conceito baseado em duas caixas, um vazio e um corpo horizontal para desenvolver o projeto do novo Centro Cultural, de Eventos e Exposições de Paraty, cidade histórica localizada no litoral sul do Rio de Janeiro.


Os arquitetos Renato e Lilian Dal Pian – responsáveis pela proposta vencedora do concurso nacional promovido pelo Governo do Rio de Janeiro e pelo departamento carioca do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB-RJ) – definem o futuro equipamento como uma grande “caixa de acontecimentos”, envolvida por fechamento translúcido e protegida ambientalmente por grandes beirais e muxarabis (fechamento de madeira em forma de treliça), que reportam a tradição presente na arquitetura colonial brasileira.

Segundo eles, a ideia é estimular o encontro e a convivência como forma de promover e instigar as mais diversas possibilidades, de manifestações culturais e artísticas. “Permeável às perspectivas visuais, tanto internas quanto externas, o Centro Cultural se apresenta como um edifício amigável e extrovertido que, valorizando a paisagem e a integração com o entorno, se abre generosamente para a cidade que se constroi”, relatam os arquitetos.

Dentro do invólucro transparente da “caixa de acontecimentos” se destacam os volumes marcados por outras duas caixas: Espaço Transformável e Salas de Conferência. O primeiro propõe um teatro/ auditório experimental, versátil e de múltiplo uso, que oferece diversas subdivisões e configurações de palco e plateia – o revestimento externo em madeira contrapõe à transparência. Já o segundo apresenta cinco salas distribuídas no pavimento superior, instalados num volume alçado de forte coloração, que dá a impressão de flutuar dentro do espaço.

O vazio criado por essas duas caixas figura e constrói o espaço multiuso, destinado as atividades de exposições e eventos. As áreas de serviço, carga e descarga, administração e de apoio, assim como a cozinha do restaurante e os camarins, concentram-se em um “corpo horizontal” de dois pavimentos. Essa setorização clara entre áreas de uso público e privado otimiza os fluxos internos e proporciona eficiência operacional.

Implantado no centro de um terreno quadrado e plano com 15 mil m2, o projeto se configura espacialmente em quatro áreas externas: Esplanada de Acesso (grande praça para receber visitantes e estabelecer a mediação entre a via pública e o edifício); Praça de Exposições (localizada sob o apêndice de uma cobertura tensionada removível conectada aos pilares do edifício, na transição entre os ambientes internos e externos); Deck do Bar (área de estar e lazer, sombreado por beirais e massa de vegetação); e Estacionamento (voltado para as docas e ambientes funcionais, na ala posterior do prédio).

Para os autores do projeto, o novo Centro Cultural de Paraty – localizado a pouco mais de 400 metros da orla urbanizada da Praia do Jabaquara – “externa sua importância através de uma arquitetura simples, legível e coesa, com identidade suficiente para que seja reconhecida e assimilada na memória coletiva”.

CONFIRA AQUI A ÍNTEGRA DO MEMORIAL DESCRITIVO!

CENTRO CULTURAL, DE EVENTOS E EXPOSIÇÕES
Arquitetura
Dal Pian Arquitetos Associados – Renato Dal Pian, Lilian Dal Pian (autores); Carolina Fukumoto, Carolina Tobias, Leonardo Gomes e Sabrina Aron (colaboradores); CHAPMAN-BDSP, MODUS Engenharia, NV Engenharia, JUGEND Engenharia (consultores)

Ano 2014
Área construída 5.836 m2
Área do terreno 15.000 m2
Local Paraty, Rio de Janeiro

www.dalpian.arq.br








0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © . ODTUR - Otavio Demasi: Turismo e Políticas Públicas - Posts · Comments
Theme Template by BTDesigner · Powered by Blogger