1 de jan de 2015

Turismo voltou a crescer no Oriente Médio

Avanço no total de visitantes foi de 4% em 2014. Desde 2010 o número não aumentava. Norte da África registrou acréscimo de 2%.



Alexandre Rocha/Arquivo pessoal
Egito foi um dos destaques da região
São Paulo – Após uma queda em 2013, o número de turistas internacionais que foram ao Oriente Médio voltou a crescer em 2014. De acordo com a edição de dezembro do Barômetro do Turismo Mundial, publicação da Organização Mundial do Turismo das Nações Unidas (UNWTO, na sigla em inglês), a região recebeu 4% mais visitantes de janeiro a outubro de 2014 do que no mesmo período do ano anterior. Em 2013 havia ocorrido um declínio de 3% em relação a 2012.

Segundo o boletim da UNWTO, todos os países com dados disponíveis registraram crescimento, com destaque para um aumento significativo no número de turistas no Egito, Jordânia, Líbano e Arábia Saudita. É a primeira vez que o turismo na região cresce desde 2010.

No Norte da África, de acordo com a publicação, ocorreu uma consolidação da recuperação do número de turistas, com um crescimento de 2% de janeiro a outubro de 2014 sobre o mesmo período de 2013. Na comparação de 2013 com 2012, porém, o total de visitantes havia crescido 6%.
Alexandre Rocha/ANBA
Jordânia também recebeu mais turistas
O turismo no Oriente Médio e Norte da África sofreu um forte baque a partir de 2011 com a eclosão da Primavera Árabe e a instabilidade política e social que se seguiu. Com o quadro mais estável em destinos bastante procurados, como Egito e Tunísia, o volume de visitantes voltou a crescer.

Em termos globais, o número de turistas internacionais cresceu 4,7% de janeiro a outubro de 2014 e chegou a 978 milhões. A expectativa é que o ano termine com mais de 1,1 bilhão de pessoas viajando pelo mundo.

“Esses resultados são notáveis considerando que diferentes partes do mundo continuam a enfrentar desafios geopolíticos e sanitários, ao mesmo tempo em que a economia global segue bastante frágil e desequilibrada”, disse o secretário-geral da UNWTO, Taleb Rifai, segundo nota da entidade. No caso da África Subsaariana, onde o turismo avançou 3% em 2014, a instituição lembra que isso acorreu apesar do surto de ebola em países da região.

A organização ressalta, porém, que os dados relativos à África e ao Oriente Médio devem ser observados com cautela, pois foram produzidos com base em informações limitadas ou “voláteis”.

A região que mais registrou crescimento no número de visitantes internacionais foi as Américas, com avanço de 8% sobre o período de janeiro a outubro de 2013. A América do Norte foi destaque, em função do desempenho “extraordinário” do México e dos Estados Unidos, mas ocorreu aumento do turismo em todas as sub-regiões. No caso da América do Sul, por exemplo, houve um acréscimo de 6% em 2014, o dobro do contabilizado em 2013.
fonte ANBA

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © . ODTUR - Otavio Demasi: Turismo e Políticas Públicas - Posts · Comments
Theme Template by BTDesigner · Powered by Blogger