21 de mar de 2015

Plano para dinamizar turismo no Baixo São Francisco - Alagoas-AL

Projeto caminhos do São Francisco visa ampliar e aprimorar oferta turística e crescimento da região
Dinamizar oi turismo no BSF alagoano é meta do Projeto Caminhos do São FranciscoCrédito: Fernando Vinícius - arquivo pessoalDinamizar oi turismo no BSF alagoano é meta do Projeto Caminhos do São Francisco
A equipe técnica da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur) discutiu o Projeto de Dinamização e Sustentabilidade do Turismo no Baixo São Francisco.  A iniciativa que originou o Projeto Caminhos do São Francisco trabalha para ampliar e aprimorar a oferta turística e o crescimento da região ribeirinha.
Da foz do rio São Francisco aos canyons de Xingó, toda a margem alagoana do Velho Chico tem o que ser visto e admirado. Paisagens de cinema são visíveis entre Piaçabuçu e Penedo, com seu casario colonial e monumentos históricos. Subindo o rio, Igreja Nova e Porto Real do Colégio são municípios produtores de arroz e de forte potencial na agropecuária, atividades relacionadas ao turismo rural.
A partir de Traipu, o cenário é de contraste com a aridez do clima sertanejo. Além da geografia e do clima, destacam-se a arte das bordadeiras de Entremontes, uma pituzada deliciosa em Pão de Açúcar, o artesanato da Ilha do Ferro, o espetáculo da natureza no Mirante do Talhado e os registros do empreendedorismo de Delmiro Gouveia na cidade que leva seu nome.

Todos esses aspectos do Velho Chico na região do Baixo São Francisco alagoano foram observados ao longo dos últimos anos pelo Instituto Brasileiro de Desenvolvimento e Sustentabilidade (IABS), entidade que integra a coordenação das atividades do 'Caminhos do São Francisco' e também responsável pela presentação das principais ações realizadas junto ao público atendido pelo projeto.

Para a superintendente de Desenvolvimento Regional e Setorial da Sedetur, Giselle Mascarenhas, a reunião serviu também para alinhar as ações para uma maior convergência de ideias. “Nossa intenção é usar a sustentabilidade, o empreendedorismo, a inclusão produtiva e a inovação como alicerces para a execução da nossa estratégia, pilares partilhados com o IABS”.

O Projeto de Dinamização e Sustentabilidade do Turismo no Baixo São Francisco é fruto da parceria da Agência Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento (AECID), Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) por meio do Fundo Multilateral de Investimentos (Fumin), Governo do Estado de Alagoas e o Instituto Brasileiro de Desenvolvimento e Sustentabilidade (IABS). 

Fonte: Agência Alagoas

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © . ODTUR - Otavio Demasi: Turismo e Políticas Públicas - Posts · Comments
Theme Template by BTDesigner · Powered by Blogger