18 de mar de 2015

Trade de turismo debate escolha da área para construção do Centro de Convenções do Amapá


Minália Trugillo
minalia@gmail.com
Da Redação - Agência Amapá
A-A+Tamanho da Letra
Foto: Irineu Ribeiro/Agência Amapá
Uma discussão sobre a escolha da área onde será construído o Centro de Convenções do Amapá foi um dos principais pontos da pauta da reunião do setor de turismo, realizada na terça-feira, dia 17, no Palácio do Setentrião, com a participação do governador Waldez Góes. Na ocasião, também foram debatidas políticas de turismo, infraestrutura, calendário de concurso, entre outros.
O encontro foi uma prévia do Fórum de Turismo, que vai acontecer no próximo dia 25, no auditório da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio) do Amapá.
As duas principais áreas levantadas como opção para abrigar o Centro de Convenções pelos integrantes do Trade de Turismo do Amapá são: Parque de Exposições da Fazendinha, local onde é realizada a Expofeira Agropecuária do Estado; e  um espaço próximo ao Monumento Marco Zero do Equador.


Segundo o governador, as duas sugestões são válidas e, portanto, a orientação é para que o setor discuta, tire dúvidas e decida qual é a melhor área. "A opinião de quem empreende, de quem desenvolve, é decisiva nesse processo. O Centro de Convenções é uma necessidade de quem faz acontecer o turismo no Estado, mas também de ser estratégico no desenvolvimento do Amapá", expôs o chefe do Executivo Estadual.
Foto: Irineu Ribeiro/Agência Amapá
O governador afirmou que o Centro de Convenções será o carro-chefe das ações de turismo do Estado. Ele solicitou que o debate seja enriquecido no fórum, assim como, a definição de um calendário de turismo e de uma comissão, representados pelo Trade, poder público e entidades parceiras.
Durante a reunião, a secretária de Estado de Turismo, Syntia Lamarão, declarou que o maior objetivo da pasta é desenvolver o turismo amapaense com qualidade, contemplando as adversidades regionais e naturais. "A proposta é estimular e facilitar o consumo do produto turístico amapaense nos mercados nacional e internacional. Para isso, estamos resgatando o contato com os prefeitos e secretários dos municípios, para juntos traçarmos um planejamento estratégico e também elaborarmos um calendário de eventos", ressaltou.
A secretária também enfatizou que estão sendo discutidas medidas da segurança pública nos pontos turísticos com todo o setor responsável. A pasta realizou a extinção de um contrato irregular de recepção que existia dentro da secretaria e está estudando junto à Procuradoria Geral do Estado e a Secretaria de Estado de Administração, a contratação de guias de turismo e intérpretes. "Também estamos avaliando com os gestores a reestruturação da Setur para que, em breve, seja lançado um concurso público no setor", adiantou.
Políticas de Turismo
Representantes do Trade lembraram que o turismo distribui uma cadeia produtiva de renda entre 53 atividades. Na reunião, foram expostos alguns tópicos para oxigenação do setor. Toda categoria defendeu a elaboração de calendários fixos para os eventos da cidade, sobretudo da Feira Agropecuária.
O aproveitamento da Residência Governamental para o Turismo, a exploração do Trem da Serra do Navio e do Parque Nacional Montanhas do Tumucumaque; a mobilidade através da Rodovia Duca Serra e a Ponte do Rio Matapi, além de gargalos da ponte binacional também foram temas debatidos.
Foi apresentado a importância da instalação de novos voos de Macapá para Caiena, na Guiana Francesa, como fomento do turismo no Estado.
A diretoria do Sebrae defendeu o aproveitamento dos espaços do Meio do Mundo, para demais eventos, estudando a viabilidade técnica para concentrar um complexo turístico no local.
O secretário de Estado da Indústria, Comércio e Mineração (Seicom) e presidente do Fecomércio, Eliezir Viterbino, falou da importância de ações coordenadas e objetivas no setor. "Para avançarmos, é preciso criar um comitê gestor e executivo para enumerarmos todas as ideias e iniciarmos a execução", defendeu.
A reunião contou com a participação da deputada estadual Edna Auzier e parlamentares da Comissão de Turismo da Assembleia do Amapá, gestores do executivo estadual, Fecomércio, Sindicato das Empresas de Turismo do Estado do Amapá (Sindetur), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Associação Brasileira de Turismólogos e Profissionais de Turismo (ABBTUR), Sindicato dos Guia de Turismo e diversos representantes do Trade de Turismo do Amapá.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © . ODTUR - Otavio Demasi: Turismo e Políticas Públicas - Posts · Comments
Theme Template by BTDesigner · Powered by Blogger