29 de abr de 2015

As terras que conhecemos como Brasil, foram todas doadas em forma de Capitanias Hereditárias, começa ai a expulsão dos nativos -os donos das terras- . Depois 6 milhões de escravos, irrigaram com suor a terra surrupiada e são jogados na marginalidade. Com as cidades, veio especulação imobiliária, surgindo as favelas - tudo isso e muito mais são as sementes que germina o MST

Governador do Estado de MInas Gerais Fernando Pimentel, sauda João Pedro Stédile do MST na entrega da Medalha da Inconfidencia- foto   veja.abril.com.br
João Pedro Stedile (Lagoa Vermelha RS , 25 de dezembro de 1953) é um economista e ativista social brasileiro. É graduado emeconomia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, e pós-graduado pela Universidade Nacional Autônoma do México.
Marxista por formação, Stédile é um dos maiores defensores da reforma agrária. Filho de pequenos agricultores da província italianade Trento, reside hoje em São Paulo.
É membro da direção nacional do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), do qual é também um dos fundadores. Participa desde 1979 das atividades da luta pela reforma agrária no País, pelo MST e pela Via Campesina.
Atuou como membro da Comissão de Produtores de Uva, dos Sindicatos dos Trabalhadores Rurais do Rio Grande do Sul, na região de Bento Gonçalves.
Assessorou a Comissão Pastoral da Terra (CPT) no Rio Grande do Sul e em âmbito nacional e trabalhou na secretaria da Agricultura do Rio Grande do Sul.
Recebeu a medalha "Mérito Legislativo", concedida a personalidades brasileiras ou estrangeiras que realizaram ou realizam serviço de relevância para a sociedade. A indicação partiu do deputado federal Brizola Neto (PDT/RJ), líder da bancada do seu partido na Câmara, como uma forma de trazer a reflexão à luta pela terra e o uso que vem sendo feito dela. Para Brizola Neto, a indicação é uma homenagem mais do que merecida. "A medalha será um símbolo para o Congresso Nacional, que tomou essa iniciativa, mesmo com alguns tentando criminalizar as ações do movimento.". Ele diz ainda que a contribuição que Stédile deu ao país é a luta que vem travando nesses anos todos pela terra.Fonte Wikypedia.
Considerações do Editor- Verifiquem as listas dos condecorados., que iniciou-se em 1952, quando Juscelino governa Minas Gerais.  A pergunta fica no ar, por que só agora se faz tamanho alarido. Por que não gritaram, os que hoje gritam, durante os anos do regime militar, que condecorou muitos nomes que usurparam a democracia em nosso país - calaram-se. Por que não bradaram histrionicamente em 01 de maio de 2.000 quando João Amazonas do PCdoB recebeu das mãos de Tancredo Neves a mesma condecoração. Bell Marques, Ivo Pitangui Izaltino Vital de Souza, Prefeito de Presidente Bernardes- Minas Gerais pela legenda do PSDB e milhares que nesses 63 anos foram condecorados, sabem lá porque.......................

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © . ODTUR - Otavio Demasi: Turismo e Políticas Públicas - Posts · Comments
Theme Template by BTDesigner · Powered by Blogger