4 de mai de 2015

A sonegação da Rede Globo de Televisão Diário do Centro do Mundo (DCM)

O  Diário do Centro do Mundo (DCM) lançou, recentemente, o documentário sobre o escândalo da sonegação da Rede Globo de Televisão na compra dos direitos de transmissão da Copa do Mundo de 2002. O trabalho é resultado de um crowdfunding. Através da plataforma Catarse, os leitores ajudaram a bancar a série de reportagens, assinadas pelo repórter Joaquim de Carvalho.

Em resumo: a Rede Globo comprou os direitos e, pela transação, não pagou impostos. Depois, adquiriu esses mesmos direitos da empresa de fachada que criou no Caribe por um preço bem superior. Mais uma vez, não pagou impostos. É a forma conhecida de remeter ao exterior o dinheiro que deveria ter sido contabilizado como lucro no Brasil e, por isso, tributado.
O serviço de inteligência da Receita Federal auditou as contas. Em 2006, chegou-se à conclusão de que a emissora deixou de recolher impostos que, à época, com multa e correção, chegavam a 615 milhões de reais.



O episódio veio à tona, em 2013, através do blog O Cafezinho. A assessoria de imprensa da Globo afirmou que a dívida teria sido quitada, mas, diante de uma campanha que circulou na Internet, exigindo que o DARF [documento de pagamento dos tributos] fosse mostrado, a Globo se calou.
O processo sobre a sonegação foi furtado. A autora do furto chegou a ser presa, mas, defendida por um dos mais caros escritórios de advocacia do Brasil, foi colocada em liberdade por decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes.
Joaquim de Carvalho mergulhou nos dados da Receita, falou com tributaristas e especialistas e esteve no Rio de Janeiro com profissionais, como Miguel do Rosário e Eduardo Goldenberg, que descobriu o paradeiro dos documentos.
Foi até as Ilhas Virgens Britânicas, onde ficava a Empire Investment Goup Ltd., companhia fantasma, aberta com o objetivo exclusivo, segundo a Receita, de sonegar. O documentário conta a história da sobrevivência dos papeis no submundo do crime.
Esse escândalo global da Rede Globo é a terceira incursão do Diário do Centro do Mundo no mundo do financiamento coletivo. Antes disso, foi realizado o "Diário de Melgaço”, sobre o programa Mais Médicos, na cidade com IDH [Índice de Desenvolvimento Humano] mais baixo do Brasil, e o "Helicoca”, a respeito da apreensão de 445 quilos de pasta base de cocaína no helicóptero do político e empresário Zezé Perrella, ligado ao senador e ex candidato à Presidência da República pelo Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) Aécio Neves.
Atualmente, o DCM se dedica a esmiuçar o papel da Sabesp [Companhia de Água e Esgoto do Estado de São Paulo] e do Governo de São Paulo na crise da falta de água.
Assista ao documentário em português:


0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © . ODTUR - Otavio Demasi: Turismo e Políticas Públicas - Posts · Comments
Theme Template by BTDesigner · Powered by Blogger