25 de jul de 2015

Fernando Haddad: mais Ciclovias e também CICLOTURISMO na cidade de São Paulo




Desde 1970, atuo na área turística e aos 14 anos estava dentro de redação de jornal, batalhando por essa paulicéia desvairada, tão polivalente em tudo, mas tão amarrada pelos seus dominadores da elite que não fazem para o povo e não querem que ninguém o faça. Em tempo sou paulistano do Brás desde 1947.
Agradeço por um enorme favor a mim feito pela sua pessoa, pois como incomodava na Administração Regional de Santo Amaro, fui mandado parar na Secretaria das Finanças e quando do governo de Marta Suplicy, através de seu apoio, voltei a Santo Amaro, a pedido do então administrador, e que Administrador Nerilton Antonio do Amaral. Aqui implementamos ações visando revigorar o bairro nos aspectos cultural, histórico , turístico, ambiental e de lazer e para não alongar-me fizemos mais de 450 eventos com a comunidade, comemorando os 450 anos do bairro.
Trocado o já então Sub-prefeito, fui para Vila Mariana e lá por um ano, visamos aglutinar as forças vivas para politicas públicas que ampliassem o lazer, recreação, cultura e o turismo, mas quando convidado para a Sub-prefeitura de M Boi-Mirim,  achei que pouco poderia fazer, mas engano  total. Hoje o Sub de lá é Nerilton, mas quando assumiu ja estava aposentado, senão teria voltado, mas a riqueza ambiental com dois parques um municipal e outro estadual, com a beira da represa que fica tanto com Socorro e M Boi-Mirim e o potencial para caminhadas, pedaladas, cavalgadas, recreação nauticas, serviu para a realização de um inventário que sabe-se lá foi feito pela gestão subseguente, que diga-se, acabou com a independencia, ainda frágil das sub-prefeituras e a participação popular.
Mas além disso, temos na região Parelheiros, com potencial diversificado seja para turismo rural, ecológico, de aventura, ciclorismo, tropeirismo, entre outros.
A cidade tem outros potenciais, que agora começam a ser inventariados e colocados no mercado, mas é pouco, muito pouco. Falta uma politica de conscientização, sensibilização, educação para o morador da cidade de São Paulo se locomover e vive-la.  As políticas implementadas nesses meus 44 ansos de atividades, mosttram outra realidade, a realidade de quem tem a força e o poder economico e São Paulo e o seu turismo fica restrito ao miolo da capital, além de termos um Conselho Municipal de Turismo, que atua em pról do empresariado e não em pról da cidade e de sua popiulação.
São Paulo, pode e deve rivalizar com qualquer outro núcleo receptor mundial, mas para isso precisa ter politicas públicas macro, envolvendo sociedade civil, empresários, sindicatos, governo local, estadual e federal, além dos profissionais.
Aliás, o CICLOTURISMO é uma boa vertente para conhecer a cidade que de norte a sul tem 100 quilometros.
Oyavio Demasi- consultorde turismo - jornalista Mtb 32548

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © . ODTUR - Otavio Demasi: Turismo e Políticas Públicas - Posts · Comments
Theme Template by BTDesigner · Powered by Blogger