8 de set de 2015

Empresas da Jordânia querem aproximação com o Brasil

Câmara de Comércio e Indústria jordaniana pretende enviar delegação importadora ao País até o ano que vem. Equipe da Câmara Árabe esteve em Amã para discutir ações conjuntas e passa também por Líbano e Egito.



Câmara Árabe
Equipe da Câmara Árabe na Câmara de Comércio e Indústria da Jordânia
São Paulo – Os empresários da Jordânia querem fazer ações para aprofundar as relações comerciais do seu país com o Brasil. O gerente de Relações Governamentais da Câmara de Comércio Árabe Brasileira (CCAB), Tamer Mansour, e a executiva de Relações Internacionais para o Levante e o Nilo da entidade, Denise Barbalho Guirau, estiveram na Câmara de Comércio e Indústria da Jordânia nesta semana e a instituição se mostrou interessada em enviar uma missão de empresas importadoras ao Brasil.

As informações são de Mansour. De acordo com ele, a entidade pretende organizar a viagem de uma delegação empresarial entre o final deste ano e o início do próximo com cerca de 20 companhias jordanianas. As áreas de interesse devem ser alimentos, infraestrutura, farmacêutica, de máquinas, energia renovável, além de turismo. Neste último caso, a ideia é promover o turismo recíproco entre o Brasil e a Jordânia.

A equipe da Câmara Árabe também esteve na Jordan Arab Businessman Association, onde ouviu sobre o interesse da entidade de organizar um fórum Brasil-Jordânia para a discussão de investimentos e parcerias comerciais no ano que vem. Ainda não foram discutidos os locais. Mansour e Guirau visitaram ainda a Embaixada do Brasil em Amã, a Jordan Investment Comission, a Associação dos Produtores e Exportadores de Produtos Farmacêuticos e a Jordan Customs. A Jordânia produz medicamentos e importa várias matérias-primas na área.

Na Jordan Customs, o tema foi certificação digital. A Câmara Árabe faz a certificação de origem e de documentos para exportação de produtos brasileiros aos países árabes e o processo está migrando para um sistema online, que deve reduzir custos e prazos. Mas para a implementação é necessário parcerias com as aduanas de cada país. Os dois executivos da Câmara Árabe conversaram sobre o assunto na Jordan Customs e há possibilidade de que seja feita a integração dos sistemas apenas para troca de informações em breve. O uso oficial do sistema digital está em vias de aprovação final nos órgãos legislativos do país.

Os dois profissionais da Câmara Árabe chegaram à Jordânia na terça-feira (01) e ficaram no país até a quinta-feira (03). Eles estiveram reunidos também com empresários do setor de alimentos.

Agora a dupla está no Líbano, onde ficam até este sábado (05). Eles já tiveram alguns encontros no país, com o embaixador brasileiro em Beirute, Jorge Kadri, e com supermercados que importam produtos brasileiros. Na próxima semana eles vão ao Egito.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © . ODTUR - Otavio Demasi: Turismo e Políticas Públicas - Posts · Comments
Theme Template by BTDesigner · Powered by Blogger