14 de dez de 2015

Destinos turísticos ganham investimentos internacionais Evento reúne investidores para debater projetos de infraestrutura turística. Cinco estados e dois municípios já foram contemplados. Pará, Paraíba e Espírito Santo serão os próximos

Por Carolina Valadares
O Brasil é o país que tem o maior número de projetos de turismo sustentável bancados pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) no mundo. Entre os 12 financiados pela instituição internacional, cinco estão sendo executados em destinos brasileiros – por meio dos Programas Regionais de Desenvolvimento do Turismo (PRODETUR), que respondem por 41,7% dos financiamentos do banco, seguido dos argentinos com 16,7%.

Para tratar desses e de outros projetos de infraestrutura com investimentos internacionais, o Ministério do Turismo reuniu nesta quinta-feira (10), em Brasília, representantes do BID, do Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) e do Ministério do Planejamento e Orçamento. O BID e o Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) administram uma carteira de projetos de US$ 880 milhões em contratos com sete estados e municípios (Ceará, Rio de Janeiro, Sergipe, Pernambuco, Bahia, Fortaleza, Manaus). Pará, Paraíba e Espírito Santo devem assinar contrato em breve.
O secretário-executivo do Ministério do Turismo, Alberto Alves, destacou a importância do PRODETUR para o desenvolvimento do turismo no país. “O programa tornou-se um dos principais instrumentos de promoção do desenvolvimento do turismo integrado, fornecendo os recursos necessários para avançarmos nos estudos, pesquisas e planos orientadores que nos permitem apoiar a estruturação do turismo nos estados e municípios”, afirmou. Para Neusvaldo Lima, secretário Nacional de Programas de Desenvolvimento do Turismo, o Programa reforça o papel articulador do Ministério do Turismo no desenho e na implantação de políticas públicas de turismo.
O representante do BID, John Norton, um dos financiadores de projeto, elogiou a iniciativa que tem sido um grande sucesso e reforçou a importância de se conhecer a necessidade dos estados para que a aplicação dos recursos seja realmente efetiva. José Rafael Neto, representante do CAF, reforçou que o banco já tem dez anos de atuação no país e está à disposição para financiar novos projetos.
O coordenador do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, Marcos César Barreto, reforçou a necessidade de se atrair estrangeiros para o Brasil, pois a entrada de dólares no país contribui para o desenvolvimento da economia e deve ser uma prioridade.

Ações que transformam a cidade - Um dos estados beneficiados pelo Prodetur é Pernambuco, que recebeu US$ 125 milhões e tem entre suas obras o Forte Orange, já com 80% de execução, em Itamaracá; a revitalização do mercado Eufrásio Barbosa, em Olinda, e o forte Santo Inácio em Tamandaré; ambas ainda em estágio inicial.


Forte Orange. Crédito: Divulgação

Fortaleza (CE) também foi beneficiada com US$ 50 milhões para o projeto de revitalização da Praia do Futuro. A obra, prevista para o segundo semestre de 2016, inclui a construção de duas arenas esportivas, dois bolsões de estacionamento, paisagismo e requalificação de duas vias.

Praia do Futuro, no Ceará. Crédito: Divulgação

Manaus (AM) já recebeu 250 milhões de dólares e fez reformas na Ponta Negra e está reformando a Ponta Branca.

Ponta Negra. Crédito: Divulgação
Ministério do Turismo-BR

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © . ODTUR - Otavio Demasi: Turismo e Políticas Públicas - Posts · Comments
Theme Template by BTDesigner · Powered by Blogger