2 de mar de 2016

Rússia oferece oportunidade a estudantes brasileiros, bolivianos, cubanos,, mexicanos e argentinos.

 
Corporação russa de tecnologia nuclear 'Rosatom'

 

© Sputnik/ Sergei Mamontov
Ciência e tecnologia
URL curta
3889170

Estudantes brasileiros poderão ser incluídos em programa de intercâmbio na Rússia em todas as esferas da indústria nuclear, incluindo medicina, agricultura e ecologia.

A corporação russa Rosatom, em parceria com o Ministério da Educação e Ciência da Rússia, vai oferecer intercâmbio para estudantes estrangeiros no campo da tecnologia nuclear.
Além do Brasil, países como Argentina, Bolívia, México e Cuba podem ser contemplados pelo programa, locais onde a Rosatom tem projetos em andamento.
Voltado para alunos graduados ou que estejam fazendo mestrado em áreas próximas do universo nuclear (como Engenharia Nuclear ou Física por exemplo), tem início em outubro deste ano. O programa tem 3 anos de duração: um para aprender russo e outros dois são relativos ao Mestrado em Física e Tecnologia Nuclear.
O programa de estudo atinge diversas áreas não restritas à construção e operação de usinas, como a Medicina Nuclear, ecologia, agricultura, entre outras.
As inscrições terminam no dia 20 de abril e os interessados devem procurar o centro cultural russo mais próximo com a lista dos documentos exigidos. Outras informações podem ser encontradas no site: http://en.russia.edu.ru/edu/inostr/prizn/apostille/


Leia mais: http://br.sputniknews.com/ciencia_tecnologia/20160302/3727804/russia-oferece-oportunidade-estudantes-brasileiros.html#ixzz41n4zRRjB

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © . ODTUR - Otavio Demasi: Turismo e Políticas Públicas - Posts · Comments
Theme Template by BTDesigner · Powered by Blogger