16 de set de 2016

Como José Serra, um ex-comunista fichado no DEOPS, a favor da encampação total do petróleo, saiu do Chile, golpeado por Pinhochet e foi parar na Universidade de Cornell nos Estados Unidos da América do Norte......Já seria um agente duplo...

José Serra  é paulista, filho único de italianos. Seu  pai era um bem sucedido comerciante no ramo de frutas. José Serra foi criado em uma ampla e confortável casa na Mooca, São Paulo.
 Quando Serra tinha 11 anos, sua família mudou para uma luxuosa casa em São Paulo na Rua Antônio de Gouveia Giudice, no bairro nobre de Alto Pinheiros.
Será que o sr. José Serra foi mesmo um ex-comunista ? Provavelmente de carteirinha sim, embora tenha sido ex-presidente da UNE- União Nacional dos Estudantes em 1963, apoiado pela AP- Ação Popular. Entrou na USP  cursando só três anos de Engenharia não concluindo o curso e cassado em 1964 ,indo para a Bolívia, Uruguai e daí para a França e não conseguindo voltar ao Brasil, foi para o Chile, onde cursou economia no Cepal por dois anos e casou-se com Monica,  bailarina do Corpo de Balé Oficial do país.
 Em 1973,  foi para os Estados Unidos e estudou na Universidade de Cornell, ai que mora o perigo.
Como Serra saiu do Chile que teve o governo de Allende derrubado por Pinochet e foi ir diretamente para os Estados Unidos da América do Norte que apoiavam e financiavam todos os golpes na América Latina e ainda estudar na Cornell University. Hoje um curso desses custa no mínimo 200 mil dólares, quem pagou isso tudo, ainda mais com mulher e dois filhos. Como conseguiu visto de entrada se tinha a pecha de comunista e fixado no Deops. Um grande mistério, ainda mais que pregou a encampação do petróleo, quando Goulart era presidente. Um milagre divino, ou já era agente duplo... No Chile, provavelmente recebia via Miguel Arraes  ou de Almino Afonso, contando com a ajuda da esposa, que depois de 40 anos separou, vivendo com a apresentadora e ex- candidata Soninha, para não ficar atrás de Fernando Henrique Cardoso, que uniu-se recentemente com uma jovem do IFHC.
Em 1986, Serra foi eleito deputado constituinte, e vejam seus votos,
a) votou contra a redução da jornada de trabalho para 40 horas;
b) votou contra garantias ao trabalhador de estabilidade no emprego;
c) votou contra a implantação de Comissão de Fábrica nas indústrias;
d) votou contra o monopólio nacional da distribuição do petróleo;
e) negou seu voto pelo direito de greve;
f) negou seu voto pelo abono de férias de 1/3 do salário;
g) negou seu voto pelo aviso pró prévio proporcional;
h) negou seu voto pela estabilidade do dirigente sindical;
i) negou seu voto para garantir 30 dias de aviso prévio;
j) negou seu voto pela garantia do salário mínimo real;
Fonte: DIAP — “Quem foi quem na Constituinte”;pág. 621
Em 1994, Serra foi um dos grandes apoiadores do Plano de Privatização de Fernando Henrique Cardoso, deixando um rastro de enormes prejuízos para o povo brasileiro:
· 166 empresas privatizadas entre 1990 e 1999;
· 546 mil postos de trabalho extintos diretamente;
· 17,1% dos 3,2 milhões de empregos formais perdidos na década.
(Fontes: Pochmann, Márcio. A década dos mitos. São Paulo, Editora Contexto, 2001. Biondi, Aloysio. O Brasil privatizado. São Paulo, Editora Perseu Abramo, 2001) e com Montoro no governo de São Paulo um vexame.
A pergunta fica no ar e só o sr. José Serra, que abomina o MERCOSUL, deu assessoria pir alguns meses ao governo de Salvador Allende, comunista convicto e revolucionário de primeira ordem, foi cair no colo dos irmãos norte-americanos.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © . ODTUR - Otavio Demasi: Turismo e Políticas Públicas - Posts · Comments
Theme Template by BTDesigner · Powered by Blogger