10 de dez de 2016

Sudeco assina contrato de R$ 31 milhões para ampliação de resort. Editor A empresa em questão, pode pleitear tal emprestimo, mas a mesma tem suporte e aporte para bancar tal procedimento de ampliação. Dentro do conceito do Turismo e Participação Comunitária, implementado em 1984, na prefeitura de Goiania-GO, quando Consultor de Turismo, esse montante poderia ser repartido entre 100 a 500 empreendedores, o que daria uma tremenda alavancagem a qualquer núcleo receptor e até mesmo a uma ação regional de desenvolvimento turístico, em qualquer parte do Brasil. Se empresta dinheiro, a quem não precisa. Tem mais, a de geração de empregos, por esses pequenos e médios empresários, empreendedores, micro empresários, gera muito mais mão de obra do que o empreendimento aquinhoado gerará. É questão de politica pública voltada para quem necessita e não para quem tem o poder e emprega o seu dinheiro nas instituições financeiras e pega dinheiro do governo a juro barato. Dar a quem não precisa e tirar de quem necessita. Covardia de um governo GOLPISTA

Sudeco assina contrato de R$ 31 milhões para ampliação de resort

Recurso do FDCO será investido na construção de um restaurante e no aumento de um hotel do complexo
Brasília (DF), 1º/12/2016 - A Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco) assinou, na tarde desta quinta-feira (1º), um contrato com a Caixa Econômica Federal (CEF) que destina R$ 31 milhões, do Fundo de Desenvolvimento do Centro-Oeste (FDCO), para a Companhia Thermas do Rio Quente. 
O valor será aplicado na construção de um restaurante e na ampliação das instalações de um dos hotéis do complexo, localizado no município de Rio Quente (GO). O recurso será liberado em quatro parcelas. A primeira será de R$ 10,3 milhões. 
A cerimônia de assinatura ocorreu na sede da autarquia, em Brasília (DF), e reuniu representantes da Caixa Econômica (agente operador à frente desta operação), da Sudeco e da empresa beneficiária. 
"Desejamos sucesso a este empreendimento, que vai ao encontro das necessidades da Região Centro-Oeste. Estamos satisfeitos em dar início ao processo que vai gerar mais emprego e efetividade ao desenvolvimento da região e ao Estado de Goiás ", declarou o superintendente Antônio Carlos Nantes de Oliveira.
O superintendente ressaltou ainda que sua preocupação básica é democratizar a participação dos agentes financeiros. "A concorrência em qualquer setor é sempre muito saudável".
"É muito importante para a Caixa ser o repassador deste recurso do FDCO porque nós conhecemos a tradição da Companhia e é um dos empreendimentos turísticos mais importantes do país. Nós sabemos também que este recurso vai ser muito bem aplicado", observou o superintendente de Negócios Corporativos da Caixa Econômica Federal, Alexandre Gonçalves Borges.
"Nós já tínhamos linhas no FCO e é a primeira via FDCO. É um projeto muito grande e vai vai contribuir para o crescimento do grupo. Serão gerados seiscentos empregos direto e mil e oitocentos empregos indiretos, ressaltou o gerente Financeiro da Companhia Thermas do Rio Quente, Thiago Queiroz.
O complexo hoteleiro Rio Quente Resorts é um dos carros-chefes do turismo goiano. É detentor também da praia de águas quentes, correntes e naturais, com capacidade para receber até 15 mil pessoas simultaneamente.
Cerimônia de assinatura do contrato

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © . ODTUR - Otavio Demasi: Turismo e Políticas Públicas - Posts · Comments
Theme Template by BTDesigner · Powered by Blogger