23 de mar de 2017

Destampada a lata de lixo: ao prender Eduardo Guimarães a PF está querendo se livrar do vexame público. - Editor - vivemos a IN justiça e trilhando a Democradura

Destampada a lata de lixo: ao prender Eduardo Guimarães a PF está querendo se livrar do vexame público.

O site Brasil 247 jogou luz na prisão do blogueiro Eduardo Guimarães. O que o Ministério Público e a Polícia Federal querem é inventar um novo crime para acusar Lula. Como não conseguiram encontrar um ilícito, um tostão ilegal nas contas do ex-presidente, pretendem dizer que Lula recebeu informação sigilosa sobre a ação policial de março do ano passado. Tão sigilosa que todo mundo sabia que podia acontecer. Até eu.


Desde ontem, desde a hora em que foi preso o jornalista e blogueiro Eduardo Guimarães, estou com a pulga atrás da orelha.

Vocês devem saber que ontem a Polícia Federal chegou à casa do Eduardo Guimarães às seis horas da manhã, como eles costumam fazer, com um mandado do juiz Moro para levá-lo coercitivamente para a Polícia Federal para depor.

Você sabe o que é prisão coercitiva: é prisão a força. Prisão que em geral é destinada a quem não cumpriu uma intimação da Justiça. O que não tinha acontecido com o Eduardo. Chegaram à casa dele, uma coisa invasiva, a mulher dele com roupa de dormir, não deixaram que fizessem absolutamente nada.

Além de varejar a casa, levaram o computador dele e os dois celulares. O que que tem por trás disso?

Primeiro todo mundo sabe que há uma guerra dentro da Polícia Federal, uma guerra interna em busca de poder e também em torno da tal independência que eles estão lutando para obter. E ao lado disso, vocês devem estar vendo também, o pau está comendo entre o Supremo e o Ministério Público Federal.

Eu estava em dúvida sobre o que teria levado Moro… O deputado Paulo Teixeira já havia questionado o Moro sobre por que ele tinha mandado levar coercitivamente o Eduardo Guimarães. O Moro disse: porque ele não é jornalista. Ora, não é o Moro quem determina quem pode e quem não pode exercer a profissão de jornalista. Está na Constituição, não é da conta dele.

Muito bem, a luz parece que finalmente chegou agora à tarde com uma matéria que eu vi aqui no site Brasil 247: a Lava-Jato pode usar Eduardo Guimarães para prender Lula.

O que diz o 247? Que na verdade Moro quer acusar o Eduardo Guimarães de ter avisado antecipadamente ao Instituto Lula que o Lula ia ser levado coercitivamente, isso um ano atrás, para depor na Polícia Federal. E, segundo suspeita o 247, isso teria permitido que o Instituto Lula eliminasse qualquer prova que a Polícia Federal e o Ministério Público pudessem utilizar que viesse comprometê-lo.

Só que a tese da Polícia Federal de que o Eduardo Guimarães avisou o Instituto Lula antecipadamente pra ele se desfazer de provas não se sustenta.

Primeiro pelo seguinte: todo mundo minimamente informado sabia que a Federal estava não só pra levar pra depor, mas estava para prender o Lula a qualquer momento. O furo jornalístico do Eduardo Guimarães foi o seguinte: ele precisou exatamente o que ia ser feito. Porque ele tinha uma fonte, não se sabe onde.

Era isso que supostamente o Moro estava querendo saber, embora já soubesse. Os próprios policiais que prenderam o Eduardo disseram que já sabiam qual tinha sido a fonte dele.

Eu fui fuçar aqui nos meus arquivos e descobri o seguinte: o Lula não precisava da ajuda do Eduardo Guimarães se, por acaso, ele tivesse alguma prova pra esconder. Porque até eu que não sou uma pessoa bem informada, que não tenho fonte na Polícia Federal, que não tenho fonte no Ministério Público, no Supremo, em parte alguma, dias antes da Federal ir lá fazer aquela provocação com o Lula, eu mandei para um assessor dele lá no Instituto o seguinte e-mail:
“Temos que nos preparar para o pior. Eu não acho que o pior vá acontecer, mas temos que estar preparados. Eu temo que setores da Federal e do Ministério Público possam querer dar um troco rápido na derrota que sofreram com a queda do Cardozo [eu me referia aqui ao ex-ministro José Eduardo Cardozo que tinha sido afastado pela Dilma um dia, dois dias antes, do Ministério da Justiça]”.

Continuo eu no e-mail:

“Por exemplo: e se amanhã fizerem busca e apreensão no Instituto, em São Bernardo do Campo [onde mora o Lula] e em Atibaia? Como é que se vai reagir? Ou será que isso é excessiva paranoia minha?”

Eu dizia mais:

“E nós já sabemos que reação se deve ter se isso vier mesmo a acontecer? Imagine se às seis horas da manhã aparecem cinquenta federais no Instituto Lula, cinquenta em Atibaia e cinquenta em São Bernardo do Campo. E aí?”

Isso está aqui, está impresso, vou reproduzir aqui embaixo dessa postagem.

Tudo isso é pra dizer o seguinte: depois de quatro anos de perseguição implacável, de varejar conta bancária, de varejar documentos da Receita Federal dele, da mulher dele D. Marisa, que morreu há tão pouco tempo, dos filhos, dos sobrinhos, dos netos, do diabo, eles não encontraram um figo podre que pudesse incriminar o Lula, nada.

Então, a suspeita levantada pelo 247 é procedente. O que eles vão querer dizer é que o Lula e o Instituto foram avisados antecipadamente pelo furo jornalístico dado pelo Eduardo Guimarães (ou por informações que ele teria transmitido ao Instituto Lula) para que eles pudessem limpar as eventuais provas existentes contra o Lula. E isso poderia ser visto, segundo eles, segundo as autoridades, como uma obstrução ao trabalho da Justiça e da Polícia.

Ou seja: os federais e o Ministério Público estão encalacrados porque fizeram o diabo ao longo desse tempo. Com o apoio da mídia, com o apoio da extrema direita, com o apoio de todos os veículos, da revista Veja, do Jornal Nacional, pra falar só desses dois mais escandalosos… E não conseguiram encontrar um fio de cabelo.

Então, pra não passarem por idiotas, não passarem por provocadores para a opinião pública, vão querer montar essa farsa agora. Mas uma vez: eu não sou nenhum oráculo, mas o que eu cantei aqui nesse e-mail aconteceu três dias depois: cinquenta policiais no Instituto Lula, cinquenta policiais em Atibaia e cinquenta policiais em São Bernardo do Campo.

Tudo isto é pra dizer o seguinte: temos que ficar de olho, porque eles estão desesperados. Portanto, são mais perigosos.



17430992_1605974209419843_1710105489_o

17453523_1605974192753178_464622049_o
E-mail de Fernando Morais ao Instituto Lula

17474696_1605974216086509_1908927090_n
Policias federais em ação coercitiva contra o ex-presidente Lula

Link para a matéria do Brasil 247:
http://www.nocaute.blog.br/brasil/destampada-lata-de-lixo-ao-prender-eduardo-guimaraes-pf-esta-querendo-se-livrar-do-vexame-publico.html

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © . ODTUR - Otavio Demasi: Turismo e Políticas Públicas - Posts · Comments
Theme Template by BTDesigner · Powered by Blogger