29 de mai de 2017

Movimento contra nomeação de Serraglio começa hoje e não tem data para acabar, afirma Sindicato. -Editor- As elites teimosas, que insistem ainda colocar cabresto no povo brasileiro, só vão aprender quando os TRABALHADORES PARAREM TODAS AS MÁQUINAS, PARAREM TODOS OS BANCOS, PARAREM TODA A PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS. PARAR TUDO, AI AS ELITES VÃO SE COÇAR. diretas já com reformas profundas na estrutura do país.


A | A+
Imprimir Matéria
URGENTE

Movimento contra nomeação de Serraglio começa hoje e não tem data para acabar, afirma Sindicato

Protesto reuniu servidores contrários à possível indicação de alguém citado na operação Carne Fraca para o cargo de dirigente máximo da CGU. Globo, Record, SBT e a Empresa Brasil de Comunicação (EBC) cobriram o ato
Publicado em 29/05/2017 às 12:50 | Autor: Nayara Young | Acessos: 277

Possível nomeação de Osmar Serraglio para o ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União (CGU) motivou ato público em frente ao edifício Darcy Ribeiro na manhã desta segunda-feira, 29 de maio. Convocado pelo Unacon Sindical, protesto reuniu Auditores (AFFC) e Técnicos Federais de Finanças e Controle (TFFC) contrários à indicação de alguém citado na operação Carne Fraca para o cargo de dirigente máximo da CGU. Globo, Record, SBT e a Empresa Brasil de Comunicação (EBC) cobriram o ato. Servidores também deram abraço simbólico ao prédio.

Rudinei Marques, presidente do Unacon Sindical, afirma que o movimento que começa hoje não tem data para acabar. “Começamos hoje o protesto e só vamos parar quando tivermos certeza de que temos um cidadão de reputação ilibada para ficar à frente da CGU”, declarou à imprensa. Assista abaixo.


Há exatamente um ano a carreira de Finanças e Controle lutava contra a extinção do órgão e pedia o afastamento do então ministro Fabiano Silveira, depois que o Fantástico divulgou trechos de conversas com a participação de Silveira, quando ele ainda era conselheiro do Conselho Nacional de Justiça, gravadas pelo ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado (relembre aqui).

O ato desta segunda, 29, marca nova fase da luta em defesa da CGU. A expectativa é que a pressão seja ainda maior do que a realizada no ano passado, no dia 30 de maio. Além de limpeza simbólica do órgão, o movimento que resultou no afastamento de Fabiano protagonizou caminhada até o Palácio do Planalto (relembre aqui).

MEDIDAS
Envios de nota de repúdio à imprensa e de ofício para a Casa Civil, estão entre as medidas já adotadas pelo Sindicato. Protocolado no início da tarde, o Ofício 96/2017 pede que a Casa Civil reavalie a decisão. No documento, a entidade também informa que os servidores, com o apoio da sociedade civil organizada, não aceitarão essa nomeação “e lutarão até o limite de suas possibilidades para preservar o estrito cumprimento da missão institucional da CGU”. Confira, no anexo abaixo, a íntegra da nota de repúdio e do Ofício 96/2017.

Nesta terça, 30, o Sindicato volta a reunir os servidores em Assembleia-Geral Extraordinária (AGE) para avaliar os próximos passos do movimento. Acompanhe a repercussão do ato na imprensa.

http://www.unacon.org.br/cno-4163/movimento-contra-nomeacao-de-serraglio-comeca-hoje-e-nao-tem-data-para-acabar-afirma-sindicato/

Share:

0 comentários:

Postar um comentário