16 de jun de 2017

Assembleia pode incluir Cortejo das Águas de Oxalá no calendário turístico de SP.

CULTURA AFRO

Assembleia pode incluir Cortejo das Águas de Oxalá no calendário turístico de SP

Festa tradicional realizada em Araras, no interior de São Paulo, passou por votação na Comissão de Constituição e Justiça da Casa
por Redação RBA publicado 15/06/2017 11h48, última modificação 15/06/2017 16h03
P.M. ARARAS / DIVULGAÇÃO
cortejo oxala.jpg
Festa tradicional realizada em Araras, no interior de São Paulo, passou por votação na CCJ da Alesp, com resistências evangélicas
São Paulo – A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) aprovou, em votação simbólica na quarta-feira (14), o Projeto de Lei 145/17, de autoria da deputada estadual Leci Brandão (PCdoB), que prevê a inclusão do Cortejo das Águas de Oxalá no Calendário Turístico do estado. A tradicional festa é realizada anualmente, geralmente no mês de janeiro, no município de Araras, a 174 quilômetros da capital, e celebra a cultura africana por meio de um festival cultural com atrações musicais, oficinas e palestras em que se debatem temas relacionados à cultura africana e o sincretismo religioso brasileiro.
O Cortejo das Águas de Oxalá é uma festa que retoma a cultura África-Brasil e alegra a população, cativando até mesmo quem não faz parte diretamente dos movimentos. O fim de semana do festival é finalizado pelo tradicional cortejo, em que os participantes seguem pelas ruas do centro de Araras até à Igreja Santa Cruz, onde fazem a lavagem da escadaria.
Aprovado na CCJ, a inclusão do evento no calendário segue para votação em outras comissões da Casa. Os deputados que apoiaram o projeto comemoraram a conquista, mas alertam para o preconceito dentro da Assembleia.
Três parlamentares se opuseram à inclusão do Cortejo das Águas de Oxalá no calendário turístico de São Paulo: Gilmaci Santos (PRB), Marta Costa (PSD) e André Soares (DEM). O primeiro é pastor evangélico e defensor da distribuição de um “kit bíblico” nas escolas estaduais. A deputada do PSD também é pastora, indicada pela Assembleia de Deus para ser a candidata da igreja à vereança em 2004. Em 2014, foi indicada pela Convenção Fraternal das Assembleias de Deus do Estado de São Paulo para disputar um cargo na Alesp. Por fim, André Soares é filho de R.R. Soares, fundador da Igreja Internacional da Graça de Deus.
http://www.redebrasilatual.com.br/cidadania/2017/06/assembleia-legislativa-inclui-o-cortejo-das-aguas-de-oxala-no-calendario-turistico

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © . ODTUR - Otavio Demasi: Turismo e Políticas Públicas - Posts · Comments
Theme Template by BTDesigner · Powered by Blogger