8 de jun de 2017

Em São Paulo, projeto cria hortas comunitárias nas lajes de Paraisópolis. -Editor- importante iniciativa, que tem que se espraiar por todos os bairros e por todo o país.


INICIATIVA

Em São Paulo, projeto cria hortas comunitárias nas lajes de Paraisópolis

Horta na Laje torna possível ensinar os moradores a cultivarem hortaliças, temperos e frutas na comunidade com mais de 100 mil habitantes
por Redação RBA publicado 08/06/2017 11h05
REPRODUÇÃO/TVT
horta na laje paraisópolis.jpg
Intenção do projeto é estimular também a promoção de pequenos espaços verdes em toda a Paraisópolis
São Paulo – Em Paraisópolis, comunidade com mais de 100 mil habitantes na zona sul de São Paulo, o projeto Horta na Laje, estimula e orienta moradores a fazer plantações coletivas de hortaliças, temperos e frutas, nas residências e espaços livres.
Nas oficinas, os participantes aprendem técnicas de plantio em vasos para serem cultivados em casa, sendo tudo orgânico, ou seja, sem uso de agrotóxicos. "Todo mundo pode ter uma alimentação saudável e adequada", diz a oficineira Júlia Drezza, uma das coordenadoras do projeto, em entrevista à repórter Michelle Gomes, da TVT. Ela faz um paralelo com os apartamentos de alto luxo no entorno da comunidade de Paraisópolis. "A horta vem como uma 'resposta'. No Morumbi tem as varandas gourmet, aqui temos a 'laje gourmet', onde temos um espaço para aprendizado e convivência", 
A iniciativa nasceu da parceria entre o Instituto Stop Hunger – organização social que atua contra a fome –, a Universidade Estadual Paulista (Unesp), a Associação das Mulheres de Paraisópolis e o Instituto Escola do Povo.
"É um trabalho de educação ambiental e também voltado para a questão da alimentação. Fala-se que em Paraisópolis não existe espaço de lazer, mas a gente identificou que existem milhares de metros quadrados de lajes que podem ser utilizados, tanto para fazer uma festa, como também uma horta", explica Gilson Rodrigues, presidente do Escola do Povo.
A intenção do projeto, segundo seus organizadores, é estimular a promoção de pequenos espaços verdes em toda a comunidade. "A gente vê o projeto como algo que vai trabalhar a questão da sustentabilidade, mas vai mexer com a economia, a qualidade de vida e proporcionar também uma alimentação saudável", afirma Elizandra Cerqueira, presidenta da Associação das Mulheres de Paraisópolis.
Assista a reportagem da TVT:
http://www.redebrasilatual.com.br/cidadania/2017/06/em-sao-paulo-projeto-cria-hortas-comunitarias-nas-lajes-de-paraisopolis
Share:

0 comentários:

Postar um comentário