28 de jan de 2015

2015 - Brasil sediará a primeira edição dos Jogos Mundiais Indígenas


Depois do sucesso da Copa do Mundo, o Brasil se consolida como sede de grandes eventos esportivos. O próximo desafio será a realização dos I Jogos Mundiais Indígenas (JMI), que acontecerão em setembro de 2015 em Palmas (TO), com a presença de mais de dois mil atletas de 30 países. De acordo com o prefeito de Palmas, Carlos Amastha, a decisão de realizar os I Jogos Mundiais Indígenas em Palmas aconteceu em reunião do Comitê Intertribal realizada naOrganização das Nações Unidas (ONU), que referendou a escolha.
Provas de corrida com tronco e arco e flecha, nos Jogos Índigenas, em Cuiabá, no Mato Grosso. Foto: Marcos Vergueiro/ GEMT (11/11/2013)
Provas de corrida com tronco e arco e flecha, nos Jogos Índigenas, em Cuiabá, no Mato Grosso. Foto: Marcos Vergueiro/ GEMT (11/11/2013)
“A realização dos Jogos Mundiais Indígenas no Brasil é mais uma oportunidade de mostrar ao mundo a diversidade do Brasil, além de valorizar a riqueza cultural dos povos indígenas e promover outros segmentos do Turismo como o Ecoturismo e o Turismo de Aventura”, avalia o presidente daEmbratur, Vicente Neto.
A Embratur começou a promoção dos Jogos Mundiais Indígenas na WTM,  em Londres, que reúne cerca de 50 mil visitantes. Além disso, o Instituto incorporará o evento nas demais feiras e ações que realizará até o início dos JMI, em setembro de 2015. “O apoio da Embratur é fundamental para o sucesso dos Jogos. Todo o estado de Tocantins tem um enorme potencial turístico que precisamos promover, além dos já conhecidos Jalapão e o artesanato com capim dourado. Temos cidades históricas e inúmeros locais para o turismo de aventura”, destacou Amastha.
Com o conceito Somos Todos Indígenas, a capital do Tocantins está se preparando para receber atletas de dezenas de etnias de todo o mundo. Foi criada a Secretaria Extraordinária dos Jogos Mundiais Indígenas, responsável por toda a organização do evento. O titular do cargo, Hector Franco, afirma que a conclusão dos projetos e o desenvolvimento das construções das estruturas para receber os Jogos ocorrerão dentro do período estabelecido.
Além dos indígenas das Américas, também estarão presentes os povos da Austrália, Japão, Noruega, Rússia, China e Filipinas. Do Brasil, cerca de 22 etnias devem participar da competição. Apenas no Tocantins existem sete etnias com uma população aproximada de 10 mil pessoas. Tiro com arco e flecha, arremesso de lança, cabo de força, corrida de velocidade rústica (100m), canoagem rústica tradicional, corrida de tora, lutas corporais, futebol de campo, xikunahati (futebol de cabeça), natação e atletismo estão entre as modalidades que serão disputadas em Palmas.
Jogos indígenas
Os Jogos dos Povos Indígenas surgiu no Brasil em 1996 em Goiânia, realizado pelo Comitê Intertribal Memória e Ciência Indígena, com apoio do Governo Federal. Desde então, houve 13 edições nacionais.
Fonte: Embratur.
Do editor - Resgate importante, mas regatar toda a cultura indigena e suas terras tambem é importante

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © . ODTUR - Otavio Demasi: Turismo e Políticas Públicas - Posts · Comments
Theme Template by BTDesigner · Powered by Blogger