10 de abr de 2015

Morada do Baís em Campo Grande-MS, será novo polo de eventos

A Prefeitura de Campo Grande formalizou parceria com a Federação do Comércio de Mato Grosso do Sul (Fecomércio-MS) que objetiva transformar a Morada dos Baís num polo de eventos culturais gratuitos abertos à comunidade. A antiga Pensão Pimentel é uma edificação construída antes dos anos 1920, tombada desde 1986 pelo Patrimônio Histórico. Não haverá nenhuma intervenção no prédio que altere suas características arquitetônicas.

Há duas semanas, o prefeito Gilmar Olarte assinou com a Fecomércio o termo de cessão de uso, com validade de um ano, da Morada para o Sesc (que é vinculado à Federação) gerenciar o prédio de forma compartilhada com a Superintendência Municipal do Turismo e a Fundação de Cultura (Fundac).


Pela parceria, a Federação do Comércio vai investir nas obras de reparos e adaptações das instalações anexas ao prédio histórico onde será montado um Café, aberto ao público. Este espaço, que não é tombado para o patrimônio histórico, por mais de 10 anos foi entregue em regime de concessão a ABRASEL (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes) que chegou a montar um restaurante no local. Antes disso, entre 1993 e 1998, o Sebrae, que financiou sua reforma, ficou com a gestão do prédio.

Além de continuar abrigando o museu com todas as obras da pintora Lidia Baís, o prédio histórico continuará abrindo espaço para exposições temporárias de outros artistas plásticos. A galeria vai ganhar climatização e iluminação adequadas à apreciação das obras.

Segundo a superintendente municipal de Turismo, Maria do Carmo Portocarrero, “não haverá nenhuma intervenção que descaracterize o prédio”. O projeto passou pelo crivo do IPHAN (Instituto Nacional do Patrimônio Histórico Nacional). “Queremos fomentar um bem cultural que é patrimônio de nossa cidade, criar um atrativo para atrair os turistas, além de abrir um espaço de trabalho aos artistas da região”.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico, Natal Baglioni,a proposta é fazer da Morada dos Bais um espaço onde o turista(e a população em geral),possa ter apreciar obras de artes, assistir um filme de qualidade, gratuitamente, complementado por um espaço agradável onde terá oportunidade de assistir uma apresentação cultural (música, dança ou teatro).

A parceria da Prefeitura com a Fecomércio foi inspirada numa experiência similar implementada em Cuiabá, onde a Casa do Artesão (também um prédio tombado) também foi “adotada” pela Federação de Mato Grosso, com gerenciamento dlo SESC. “É preciso destacar de que não se trata de privatização da Morada dos Bais. Todos os projetos terão o acompanhamento e a supervisão da Prefeitura”, destaca o secretário. No local será mantido o Centro de Informações ao Turista e o de agendamento do City Tour.
Fonte/Autor: Flávio Paes DRT/MS 007

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © . ODTUR - Otavio Demasi: Turismo e Políticas Públicas - Posts · Comments
Theme Template by BTDesigner · Powered by Blogger