De acordo com várias fontes, grupos extremistas armados invadiram a cidade de Tadmur, que abriga o sítio arqueológico de Palmyra, um dos sítios culturais mais importantes do Oriente Médio.
Palmyra representa uma relíquia única do primeiro século dC, e uma obra-prima da arquitetura e urbanismo romano, com sua famosa rua principal com colunas eo templo de Baal, um dos monumentos culturais mais importantes de toda a região.
"O sitio já sofreu quatro anos de conflito, ele sofria de saques e representa um tesouro insubstituível para o povo sírio e para o mundo."
"Faço um apelo a todas as partes para proteger Palmyra e fazer todos os esforços para evitar a sua destruição", disse o Diretor-Geral.