18 de nov de 2016

Livro produzido por ex-presos políticos nos presídios da ditadura será lançado hoje em SP 18 de novembro de 2016


Livro produzido por ex-presos políticos nos presídios da ditadura será lançado hoje em SP

18 de novembro de 2016 às 15h42
  
lancamento_repressaopolicial_expressaopopular_18_nov-01
Da Redação
Será lançado nesta sexta-feira, 18 de novembro,  no Armazém do Campo, em São Paulo, o livro A Repressão Militar-policial no Brasil: O Livro chamado João. 
Concebida e executada clandestinamente na década de 1970 na Casa de Detenção de São Paulo por um coletivo de autores, A repressão militar-policial no Brasil procurou colocar-se como parte da resistência dos presos políticos e do povo brasileiro à ditadura instalada no País.
O longo ensaio de 267 páginas, sob o pseudônimo de João, viveu quatro décadas na clandestinidade. Agora, ao ser editado, espera contribuir com o entendimento daquele período do passado e com a construção do futuro.
Tendo o materialismo histórico como método, o texto busca a compreensão dialética dos mecanismos que engendraram o golpe de 1964, a montagem do aparelho militar-policial de sustentação da ditadura e o projeto de perpetuação da dominação de classe e do alinhamento (e submissão) aos interesses político-ideológicos e econômicos sob preponderância de capitais norte-americanos.
Sua tese central – esmiuçando o processo de “abertura lenta, gradual e segura” garantido pelo grupo hegemônico da ditadura – mostra-se consistente ainda hoje e contribui para a análise do estágio da luta de classes no Brasil, incluindo aspectos como a permanência das polícias militares; o não julgamento dos torturadores e o resultado pífio da Comissão da Verdade; o poder desmesurado e sem controle social dos conglomerados de comunicação a serviço das classes dominantes; a intocabilidade da chamada dívida pública e dos rentistas que se apropriaram da riqueza produzida pelos trabalhadores; enfim, tudo o que favorece os movimentos contrários aos interesses da maioria do povo brasileiro.
SOBRE OS AUTORES
Obra de autoria coletiva, o núcleo básico de presos políticos era constituído por militantes da Ação Libertadora Nacional (ALN), ao qual se juntaram combatentes de origem no Movimento de Libertação Popular (Molipo) e na Vanguarda Popular Revolucionária (VPR). Aton Fon Filho, Carlos Lichtszejn, Celso Antunes Horta, Gilberto Luciano Beloque, Hamilton Pereira da Silva/Pedro Tierra, José Carlos Vidal, Manoel Cyrillo de Oliveira Netto, Paulo de Tarso Vannuchi, Reinaldo Morano Filho.
TRECHOS
“Pássaro acorrentado,
Torno-me combatente.
Combatente, não assistirei mudo
À morte de meus irmãos.
Recolho a palavra, o canto, o ferro
E gravo nos ombros do vento meu grito”. (Pedro Tierra)
“Nas narrativas (publicadas até agora) sobre a ditadura dos anos 1960 e 1970, objeto ainda embaçado no imaginário social do nosso povo, predominam testemunhos dos que contra ela lutaram ou foram por ela perseguidos, presos, supliciados, exilados. São centenas de relatos em primeira pessoa. Em contraste, são poucas as obras impessoais, nas quais o objeto central é a repressão e contam-se nos dedos de uma mão as que foram escritas no calor da luta. Esta é uma delas e, passado meio século, ainda hibernava. Sua publicação, coincidindo com os resultados frustrantes da Comissão Nacional da Verdade sobre os crimes da ditadura é especialmente significativa. (….) Por isso, ao passo que as biografias e testemunhos dos participantes são narrativas de catarse, de auto análise, este livro tem como objeto central o ambiente externo ao indivíduo. O ambiente da repressão. Contudo, não fica apenas na denúncia em si. Estuda a gênese dos aparatos de repressão e seu lugar nas lutas populares em diferentes fases de nossa história, buscando entender porque os aparelhos de repressão do Estado brasileiro chegaram à selvageria dos anos 60 e 70. Que forças sociais e estamentos propuseram e deram sustentação às atrocidades cometidas? Como cada etapa de lutas e repressões se articula com os modos de produção dos respectivos períodos. Em que contexto internacional aquilo tudo acontecia?”(Bernardo Kucinski)
content_idFICHA TÉCNICA
Autor: Aton Fon Filho (org.)
ISBN: 978-85-7743-275-2
Páginas: 312
Formato: 16 x 23 cm
1ª edição: outubro de 2016
Coleção Realidade Brasileira
Preço: R$ 35,00
Para comprar pela internet, clique aqui.
Leia também:

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © . ODTUR - Otavio Demasi: Turismo e Políticas Públicas - Posts · Comments
Theme Template by BTDesigner · Powered by Blogger