17 de jun de 2017

Parlamentares lançam frente em defesa da soberania nacional. -Editor- OS GOLPISTAS ENTREGAM O PRÉ-SAL, RECURSOS MINERAIS ESTRATÉGICOS, PRETENDEM ALUGAR A BASE DE ALCANTARA, QUEBRARAM TODO O SISTEMA DE BOLSAS DE ESTUDOS, LABORATÓRIOS DE PESQUISA DO PAÍS JUNTO AS UNIVERSIDADES, PARALISARAM O PROJETO DO SUBMARINO NUCLEAR, USINAS NUCLEARES, QUEREM NOSSOS AGUÍFEROS, ESCANCARAM A VENDA DE TERRAS A ESTRANGEIROS, ACABAM COM OS DIREITOS FUNDAMENTAIS DAS PESSOAS, QUEBRAM A EDUCAÇÃO E A SAÚDE PÚBLICA. AS CONQUISTAS DO POVO BRASILEIRO PRECISAM SER PRESERVADAS. DIRETAS JÁ GERAL E REFORMAS DE BASE PROFUNDAS.

NA PRÓXIMA SEMANA

Parlamentares lançam frente em defesa da soberania nacional

Ideia, que surgiu de proposta do deputado Patrus Ananias (PT-MG), tem intenção de envolver Congresso e sociedade civil no debate sobre o tema, para evitar mais ataques externos ao país
por Hylda Cavalcanti, da RBA publicado 15/06/2017 17h45, última modificação 15/06/2017 20h22
PETROBRAS
Petrobras-2.jpg
Defesa da exploração do petróleo, do capital produtivo nacional e de um sistema tributário mais justo estão entre atribuições de nova frente partidária
Brasília – Deputados e senadores lançam, na próxima quarta-feira (21), a Frente Parlamentar Mista pela Soberania Nacional, que tem como objetivo envolver o Congresso e a sociedade civil no debate sobre o tema, de forma a evitar mais ataques externos ao país. A Frente, que foi criada mediante proposta do deputado Patrus Ananias (PT-MG), já conta com a participação de 201 deputados federais e 18 senadores de diversos partidos. Terá, dentre suas principais iniciativas, a defesa da exploração do petróleo e demais recursos minerais, assim como do capital produtivo nacional (com um sistema de crédito que o fortaleça) e de um sistema tributário mais justo no país, entre outros.
A Frente será presidida pelo senador Roberto Requião (PMDB-PR) e terá Patrus Ananias como secretário-geral. O manifesto que a formaliza (ao qual a RBA teve acesso com exclusividade), a ser distribuído durante a solenidade de lançamento, destaca que "a soberania é um direito inalienável". Diz ainda que estimula a capacidade da sociedade brasileira de se organizar "de acordo com sua história e características sociais para promover o desenvolvimento de todo o seu povo de forma justa, próspera, democrática e fraterna".
O manifesto também ressalta que esta soberania não pode ser limitada por políticas ocasionais que a comprometam e que dificultem a autodeterminação do Brasil, nem sua capacidade de resistir a tentativas de interferência externa.

Ação dos poderosos

"A organização desta frente parlamentar se justifica na medida que Estados subdesenvolvidos como o Brasil enfrentam sempre a ação dos Estados mais poderosos para que reduzam sua soberania, enquanto esses Estados defendem e preservam com todo o empenho sua própria soberania", explicou Patrus Ananias.
O grupo parlamentar que formará a frente também incluiu, entre seus eixos de ação, a luta por uma política externa independente, a construção de infraestrutura capaz de promover o desenvolvimento, estímulo para contribuição da agricultura à alimentação da população e às exportações, defesa do emprego e do salário dos trabalhadores brasileiros e preparação das Forças Armadas na defesa da soberania do país.
Fazem parte dos integrantes da frente, além de Ananias e Requião,
A comissão executiva reúne, além de Requião e Patrus, os deputados Glauber Braga (Psol-RJ), Celso Pansera (PMDB-RJ) Odorico Monteiro (PSB-CE), Afonso Motta (PDT-RS) e a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM).
http://www.redebrasilatual.com.br/politica/2017/06/parlamentares-lancam-na-proxima-semana-frente-em-defesa-da-soberania-nacional

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © . ODTUR - Otavio Demasi: Turismo e Políticas Públicas - Posts · Comments
Theme Template by BTDesigner · Powered by Blogger