23 de jul de 2017

Sem patrocínio, Prêmio da Música Brasileira dribla a crise e chega a 28ª edição. - Editor - É A RESISTENCIA CULTURAL A QUEBRA DEMOCRÁTICA E A QUEBRA DA CULTURA A COMEÇAR PELO MINISTÉRIO DA CULTURA. CADEIA PARA ESSES GOLPISTAS É POUCO. DIRETAS JÁ.

Sem patrocínio, Prêmio da Música Brasileira dribla a crise e chega a 28ª edição

Evento, que prestou homenagem a Ney Matogrosso, teve venda inédita de ingressos e contou com apresentações gratuitas. Entre os vencedores, Elza Soares, Odair José, BaianaSystem e Letieres Leite e Orkestra Rumpilezz
A cantora Elza Soares, vencedora da categoria Melhor Álbum com "Elza Canta e Chora Lupi", um tributo a Lupicínio Rodrigues. Foto: Patricia Lino / Divulgação
A cantora Elza Soares, vencedora da categoria Melhor Álbum com Elza Canta e Chora Lupi, um tributo a Lupicínio Rodrigues. Foto: Patricia Lino / Divulgação

Realizado na noite desta quarta-feira (19) em cerimônia no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, o Prêmio da Música Brasileira chegou a vigésima oitava edição driblando sobressaltos. Sem patrocinador, pela primeira vez em sua história, desde que foi criado pelo empresário e produtor cultural José Maurício Machline em 1988, a organização do evento teve de cobrar ingressos, de R$ 100 a R$ 300, e negociar com os artistas para que as apresentações da cerimônia fossem feitas de forma colaborativa, sem cachê. Com apresentação de Maitê Proença e Zélia Duncan, a cerimônia contou com shows de Ney, Alice Caymmi, Baiana System, Ivete Sangalo, Karol Conka, Laila Garin e Lenine, Pedro Luís.
Escassez financeira a parte, a premiação celebrou trabalhos que evidenciam um bom momento para a música popular do País. Entre os vencedores, veteranos, como Elza Soares, aplaudida de pé pela plateia que lotou o Municipal, Tom Zé, Odair José e talentos contemporâneos como os soteropolitanos do BaianaSystem e o paraense Saulo Duarte e sua banda, A Unidade. Único artista a conquistar três prêmios, o maestro baiano Letieres Leite, regente e compositor da Orkestra Rumpilezz, venceu, com A Saga da Travessia, as categorias Melhor Grupo Instrumental, Melhor Álbum Instrumental e Melhor Arranjo.
Oito dos vencedores e finalistas da premiação, a mais importante de nossa música popular, foram destaque em edições das revistas Brasileiros e CULTURA!Brasileiros. Confira, a seguir, uma seleção de entrevistas e perfis, além da lista completa dos vencedores do Prêmio da Música Brasileira.
OS VENCEDORESMelhor Grupo: MPB4
Melhor Álbum: Lenine e Martin Fondse
Melhor Cantor: Lenine
Melhor Cantora: Maria Bethânia
Melhor Arranjador: Letieres Leite (Letieres Leite e Orkestra Rumpilezz – A Saga da Travessia)
Melhor Álbum em língua estrangeira: Alessandra Maestrini
Melhor Álbum Infantil: Orquestra Petrobras Sinfônica – Os Saltimbancos Sinfônico (produzido por: Orquestra Petrobras Sinfônica)
Regional
Melhor Grupo: Grupo Rodeio
Melhor Dupla: Zé Mulato & Cassiano – Bem Humorados
Melhor Álbum: Cabaça D’Água
Melhor Cantor: Alceu Valença
Melhor Cantora: Ana Paula da Silva – Raiz Forte
Pop / Rock / Reggae / Hip-Hop / Funk
Melhor álbum: Canções Eróticas de Ninar – Tom Zé
Melhor Cantor: Rael – Coisas do Meu Imaginário
Melhor Cantora: Maria Gadu
Melhor Grupo: BaianaSystem
Revelação: BaianaSystem
Melhor Canção: Descaração familiar – Tom Zé
Melhor DVD: Alice Caymmi – Rainha dos Raios Ao Vivo
Projeto Especial: Delírio de um Romance a Céu Aberto – Zé Manoel (produzido por: Thiago Marques Luiz)
Melhor Projeto visual: Amor Geral – Fernanda Abreu (Giovanni Bianco)
Canção Popular
Melhor Grupo: Saulo Duarte e a Unidade
Melhor Dupla: Zezé de Camargo e Luciano
Melhor Álbum: Elza Canta e Chora Lupi (produzido por: Eduardo Neves)
Melhor Cantor: Odair José
Melhor Cantora: Ivete Sangalo
Instrumental
Melhor Grupo: Letieres Leite e Orkestra Rumpilezz
Melhor Álbum: A Saga da Travessia
Melhor Solista: Toninho Ferragutti
Samba
Melhor Grupo: Casuarina
Melhor Album: Pedro Miranda – Samba Original
Melhor Cantor: Zeca Pagodinho – O Quintal do Pagodinho, ao vivo – Volume 3
Melhor Cantora: Roberta Sá – Delírio no Circo
http://brasileiros.com.br/2017/07/sem-patrocinio-premio-da-musica-brasileira-dribla-crise-e-chega-28a-edicao/
Share:

0 comentários:

Postar um comentário