Wilder Morais (PP-GO) diz que "sempre esteve do lado certo" e vota pelo impeachment

Jornal GGN - "A maioria esmagadora da população rejeita a sua governante e por isso estamos votando o relatório de Antonio Anastasia", defendeu o senador Wilder Morais (PP-GO). "Sempre estive do lado certo do debate, que preserva a soberania popular em detrimento de um projeto de poder que se revelou ruim para os interesses do brasil", completou, em seu discurso, defendendo o impeachment contra a presidente Dilma Rousseff.
"Nós senadores somos chamados a instaurar processo da presidente por crime de responsabilidade". Entre os motivos, o senador citou "corrupção" e disse que teve "o cuidado de ler o relatório" de Anastasia.
"Cada conduta ilícita presente no relatório ilustra o estado de desordem que está no país", afirmou, homenageando, em seguida o deputado Jovair Arantes (PTB-GO), relator do processo de impeachment na Câmara e Raimundo Lira (PMDB-PB), que presidiu as sessões da Comissão Especial do Senado.
"Antonio Anastasia também mostrou o conjunto de irregularidades", seguiu nas parabenizações. Segundo o parlamentar, além do "mar de ilegalidades", a economia brasileira "agoniza e pede socorro".
Citou como exemplos o cenário de desconfiança internacional. "Não há nada mais indigno e humilhante para uma pessoa que não conseguir sustentar a sua família", tentou se solidarizar, afirmando depois que "é hora de iniciativas modernas, como a terceirização".
O senador dedicou boa parte de seu discurso para valorizar o documento assinado pelo vice Michel Temer, Ponte para o Futuro, de propostas de governo (leia aqui). "Nele se restaura fé. No documento, Temer aponta um caminho para recuperar a estagnação econômica", completa.
"Deposito em Michel Temer a minha confiança", completou.
http://jornalggn.com.br/noticia/wilder-morais-pp-go-diz-que-sempre-esteve-do-lado-certo-e-vota-pelo-impeachment