10 de nov de 2013

Programa ADOTE UMA MONTANHA


O que é o PAM?


O Adote Uma Montanha nasceu como um projeto em 2002, pela iniciativa dos fundadores da recém criada FEMESP. O objetivo era incentivar os clubes de montanhismo paulistas a atuar pela na conservação ambiental das áreas de montanha e serras de divisa do Estado.
A iniciativa estava alinhada com as ações da ONU pelo Ano Internacional da Montanha.
Ainda em 2002, foi realizada a primeira ação pelo “Dia da Montanha Limpa”, com mutirões de limpeza em três áreas adotadas: Pedra do Baú, Pico do Jaraguá e Parque Nacional de Itatiaia.


A ação conjunta virou notícia em sites de aventura e contou com a participação de dezenas de montanhistas voluntários. A ação repetiu-se anualmente e tornou-se o principal motor do projeto, atraindo mais voluntários a cada ano e ampliando-se para fora do Estado de São Paulo .
Nos anos seguintes, clubes e grupos de montanhistas do sul de Minas Gerais passaram a integrar o projeto, expandindo sua abrangência e ampliando para seis o número de clubes participantes. O Adote Uma Montanha extrapolava a fronteira do Estado de São Paulo.
Era o embrião para que o projeto se tornasse um programa nacional.Em 2004 uma nova equipe de voluntários juntou-se ao projeto.
O Adote Uma Montanha foi reestruturado, voltando seu foco para o apoio aos grupos e para o incentivo à participação de montanhistas de outros locais e Estados. Esta equipe de voluntários passou a organizar e planejar as ações, apoiar os grupos participantes, e buscar apoio de empresas para custear as despesas. Ao final do ano o projeto já contava com dez grupos, e realizou o primeiro encontro Adote Uma Montanha, com workshops e treinamentos gratuitos para os montanhistas voluntários.
Com a fundação da CBME, e o interesse de outros Estados em participar, o projeto foi transferido da FEMESP para CBME e foi ampliado transformando-se no maior programa nacional voluntário de proteção às áreas de montanha brasileiras.
Parte da equipe que coordenou a reestruturação do projeto no início de 2004 manteve-se, e hoje o projeto tornou-se o PAM – Programa Adote uma Montanha, com 41 áreas adotadas por 30 clubes, em 7 Estados brasileiros.
O principal objetivo do PAM – Programa Adote Uma Montanha é a proteção e conservação das áreas de montanha brasileiras através da atuação descentralizada dos montanhistas voluntários.
Entre os objetivos secundários do PAM estão:
  • Atrair a mídia especializada e de massa para mostrar que o trabalho voluntário é uma forma única de envolvimento entre a sociedade civil e as áreas naturais através da qual se fortalecem os vínculos entre ambos e tornando possível o desenvolvimento de uma ética ambiental.
  • Divulgar a prática de atividades em áreas naturais como um hábito saudável, acessível e seguro, atraindo cada vez mais pessoas para o convívio com o meio ambiente, sempre de forma consciente e ética.
  • Fornecer apoio técnico e logístico aos grupos que fazem parte do programa, estimulando-os a aprimorar e manter a continuidade das atividades.
  • Unir fabricantes, fornecedores, importadores, lojistas, excursionistas e montanhistas em prol da proteção das áreas de montanha brasileiras e da disseminação dos conceitos de mínimo impacto em ambientes naturais.
  • Premiar e divulgar as melhores experiências em um evento realizado anualmente no dia 11 de dezembro, O Dia Internacional das Montanhas (instituído pela ONU em 2002).
  • http://www.cbme.org.br/pam/?page_id=4

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © . ODTUR - Otavio Demasi: Turismo e Políticas Públicas - Posts · Comments
Theme Template by BTDesigner · Powered by Blogger