19 de abr de 2018

Veto ao Prêmio Nobel é vexame internacional da Lava Jato. - Editor - MAIS UMA DECISÃO QUE MANCHA A IMAGEM DO BRASIL . FICA NA MENTE DO POVO A IMAGEM QUE A JUSTIÇA NÃO É E NUNCA FOI PARA TODOS. VEJAM QUANTOS GOLPISTAS-CORRUPTOS ESTÃO SOLTOS E ATÉ TIVERAM A PENA PRESCRITA. O JUDICIÁRIO PARTIDARIZADO, SE AUTO DENIGRE, CONTRIBUINDO PARA O AUMENTO DA INSUBORDINAÇÃO SOCIAL.

Veto ao Prêmio Nobel é vexame internacional da Lava Jato


Ricardo Stuckert
Ao proibir o Prêmio Nobel da Paz Adolfo Pérez Esquivel de encontrar-se com Lula na prisão, a juíza Carolina Moura Lebos, da 12ª Vara de Curitiba, tomou uma decisão que envergonha o Brasil.
Interlocutor regular do Papa Francisco, Esquivel não é um visitante qualquer.
Ganhou o Premio Nobel da Paz, em 1980, num reconhecimento pelo seu trabalho em defesa de direitos humanos na América Latina. Preso e torturado por militares de seu país, a Argentina, sua persistência na denúncia dos maus tratos a prisioneiros de todo mundo representou um esforço decisivo para a criação da Secretaria de Direitos Humanos da ONU, orgão que fiscaliza e protege cidadãos indefesos em todo o mundo.
Com uma visão universal de uma forma de violência estatal que causou vítimas em várias latitudes, Esquivel sempre se recusou a assumir uma perspectiva seletiva em suas denuncias. Não só defendeu os direitos das vítimas dos regimes militares de nosso continente, mas também chamou a atenção para a perseguição de dissidentes na antiga União Soviética e demais países da Europa do Leste.
Em 1980, Esquivel acabara de deixar a prisão quando tomou o caminho de Oslo, onde recebeu o Nobel.
Em 19 de abril daquele mesmo ano, Lula foi preso numa tentativa de derrotar uma greve de metalúrgicos. Até há pouco, aquela prisão – que fará seu 38º aniversário amanhã, era vista como lembrança de um passado que ninguém gosta de lembrar.
Ao proibir a visita, a juíza Carolina Moura Lebos fez nova tentativa de fazer o país andar para trás, pois implica em rejeitar as Regras de Mandela, reconhecidas pela ONU como padrão mínimo de respeito de respeito devido aos prisioneiros do mundo inteiro. 
A visita de Esquivel tem base jurídica inegável. A proibição é política. Empenhada em silenciar Lula de qualquer maneira, o veto tem a finalidade de impedir que a autoridade universal de um Prêmio Nobel da Paz, a mais importante condecoração do planeta, sirva par denunciar a imensa injustiça contra Lula. Sim, o contexto é tipico: querem nos levar de volta a um mundo que convivia confortavelmente com o regime do apartheid que Nelson Mandela ajudou a derrotar. 
Alguma dúvida?
https://www.brasil247.com/pt/blog/paulomoreiraleite/351754/Veto-ao-Pr%C3%AAmio-Nobel-%C3%A9-vexame-internacional-da-Lava-Jato.htm

Share:

O papel da Rede Globo na prisão de Lula. - Editor - A FORÇA, VEM DO POVO, E NÃO DA MANIPULAÇÃO DO PIG- PARTIDO DA IMPRENSA - SEMPRE - GOLPISTA.O POVO MOSTROU E MOSTRA SEU AMADURECIMENTO E SABE QUE O PIG SEGURA OS GOLPISTAS. DEPOIS DE DOIS ANOS, O GOLPE FOI PARA O ESPAÇO. O POVO QUER LULA, PORQUE FOI O PRESIDENTE QUE COMPREENDE O POVO, POIS VEIO DO MEIO DO POVO, O RESTO SEMPRE FORAM DAS ELITES ESCRAVOCRATAS, ELITISTAS, BANDIDAS, CORRUPTAS E ENTREGUISTAS. O PAPEL DA MÍDIA SE ESVAI, POIS HOJE A NOTÍCIA É PAUTADA PELO POVO VIA WEB. ACABOU A DITADURA MIDIÁTICA, POR MAIS QUE O PIG ESPERNEIE. É DEMOCRACIA. É VOTO E RESPEITO AS URNAS. O PAVIO DO POVO, CONTRA A RGT É GRANDE E A PACIENCIA CURTA.


O papel da Rede Globo na prisão de Lula

'O maior propagador de ódio político no Brasil se chama TV Globo', disse Lula da Silva, durante sua caravana pelo sul do país

 
13/04/2018 19:34
 
 
Por TeleSur
A Rede Globo foi denunciada em várias oportunidades por sua influência no golpe parlamentar contra Dilma Rousseff, em 2016. Durante aqueles meses, a gigantesca corporação midiática se encarregou de “bombardear” os brasileiros com notícias sobre supostos casos de corrupção relacionadas com o Partido dos Trabalhadores (PT), até que se abriu um processo de destituição, que levou à queda da presidenta.
Deste então, a empresa passou a usar a mesma estratégia contra Lula, que também vem denunciando as manipulações do canal. “Os grandes monopólios de comunicação foram decisivos para o golpe. A Rede Globo em particular foi um dos principais articuladores e seu grande propagandista. O golpe não teria sido possível sem o ataque sistemático e a sórdida campanha de desmoralização que a Globo fez contra o governo da Dilma e contra o PT”, afirmou o ex-presidente brasileiro, em entrevista para o site Nodal, no ano passado.
Para a presidenta do PT, a senadora Gleisi Hoffmann, a Rede Globo teve um papel preponderante na perseguição judicial e posterior detenção de Lula, já que ela criou as matrizes noticiosas que foram usadas para criminalizar o líder sindicalista. “Isso ajudou a formar na opinião pública as ideias que pressionaram o Poder Judiciário”
João Pedro Stédile, da coordenação nacional do Movimento de Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), diz que é inegável a responsabilidade desta corporação midiática no golpe que primeiro afetou Dilma, e que agora ataca Lula.
“Ela (Rede Globo) é a autora intelectual do golpe, é a coordenadora política das forças de direita no Brasil. A Globo é a maior responsável pelo golpe aplicado contra o povo brasileiro e todo o projeto que se instalou no país a partir dele”, declarou o líder social.
Quando dois veículos da última caravana realizada por Lula no Sul do Brasil foram baleados, o líder do PT manifestou que “o maior propagador de ódio político no Brasil se chama TV Globo, e grande parte da imprensa foi conivente com o ódio que disseminaram neste país”.
Exemplos de manipulação midiática contra Dilma e Lula
Em setembro de 2017, o jornal O Globo publicou uma capa que manipulava os espaços dos textos e das fotos para atacar os ex-presidentes Lula da Silva e Dilma Rousseff. Enquanto a manchete se referia a supostas acusações contra os líderes do PT, a foto logo abaixo mostrava as maletas cheias de dinheiro encontradas no apartamento oculto do ex-ministro de Michel Temer (e um dos articuladores do golpe) Geddel Vieira Lima. A fotografia não tinha nenhuma relação com a notícia relacionada a Lula e Dilma, mas aquela manchete junto com a foto dava a impressão, para quem não lia as letras pequenas, de que aquelas malas eram dos petistas.
Em maio desse mesmo ano, o canal tentou envolver Lula no escândalo protagonizado pelo empresário Joesley Batista, dono do frigorífico JBS, e o presidente golpista Michel Temer. Embora a Globo tenha admitido depois que se equivocou ao fazer essa alusão, não reparou o dano causado à imagem de Lula, porque algumas agências internacionais, assim como vários diários estrangeiros, difundiram a notícia.
Durante os três dias que antecederam a prisão de Lula da Silva, a Rede Globo também agiu fortemente, usando todos os veículos da organização para defender a medida tomada pelo juiz Sérgio Moro, justificando inclusive a ilegalidade do decreto, criticando a demora do ex-presidente a se entregar à Polícia Federal e criminalizando as milhares de pessoas que foram ao Sindicato dos Metalúrgicos do Grande ABC, em São Bernardo do Campo, para apoiar Lula e tentar impedir sua prisão.
https://www.cartamaior.com.br/?/Editoria/Politica/O-papel-da-Rede-Globo-na-prisao-de-Lula/4/39886


Créditos da foto:  
Share:

18 de abr de 2018

#LulaValeALuta - Editor - A ESPERANÇA DEMOCRÁTICA NÃO MORRE, RESSURGE TODOS OS DIAS, ESSA ESPERANÇA QUE FAZ O POVO TRAÍDO EM SUA DEMOCRACIA LUTAR PARA TE-LA DE VOLTA. O LÍDER DESSA REVOLUÇÃO DEMOCRÁTICA, QUE PASSARÁ PELAS URNAS DE OUTUBRO É LULA. O POVO QUER LULA. O MUNDO CONFIA EM LULA. QUANTO MAIS A JUSTIÇA PARTIDARIZADA FIZER PARA EXCLUIR LULA, MAIS O POVO LUTARÁ. EM 518 ANOS NENHUM PERSONAGEM PÚBLICO TEVE O RESPEITO DO POVO QUANTO LULA.

#LulaValeALuta

Tweets Organizados por ‎@Brasil_de_Fato

  1. "Todo sonho é muito mais forte do que qualquer opressão", diz a atriz @LSabatella durante intervenção cultural do ato "Constituição da Primavera".
    Ver imagem no Twitter
  2. "Nós sempre devemos ter esperança, porque o oposto da esperança é o suicídio", conclui @LeonardoBoff, uma citação de Santo Agostinho.
    Ver imagem no Twitter
  3. "Esse ódio que grassa vem dos descendentes da Casa Grande. O ódio que tinham pelos escravos foi transferido para o negro e para o pobre, e esse 0,05% da população brasileira sente que precisa humilhar a maioria", pondera @LeonardoBoff.
  4. "Nós estamos aqui defendendo, além da pessoa do Lula, que se tornou um símbolo internacional, a causa dele, dos injustiçados, dos abandonados. Essa causa diminuiu a nossa chaga maior: a injustiça social", @LeonardoBoff
    Ver imagem no Twitter
  5. "A África é muito mais pobre que nós, mas menos desigual. Eles praticam o Ubuntu: eu sou por meio de você. Nós, aqui, cada vez mais perdemos esse sentimento de solidariedade", diz @LeonardoBoff sobre o momento político atual.
  6. AO VIVO | Clique e assista ao debate "Primavera da Constituição", que ocorre agora, na UFPR, em Curitiba.https://www.facebook.com/CircodaDemocracia/videos/2054538968160497/UzpfSTE4NTEyOTIzMTUzNTA0OToxNzYzNDM4ODkzNzA0MDY3/ 
  7. Agora, no evento "Primavera da Constituição", na UFPR,fala o teólogo @LeonardoBoff: "Tenho esperança que o sol vai nascer amanhã e o rei Ciro não poderá impedir", diz, citando passagem da bíblia. "Nossa luta é assim: não vai permitir o triunfo do arbítrio de um governo de exceção
  8. "Há que considerar que nós, o povo, somos os legítimos intérpretes da nossa Constituição, e não podemos ser demitidos dessa tarefa. Encerro minha fala saudando esta primavera, talvez a primavera de uma nova Constituição", conclui a Profª Drª Vera Karam de Chueiri, em Curitiba.
  9. "A Constituição de 88 não é o marco zero do sistema legal brasileiro: na casa de máquinas da nossa legislação ainda há ferramentas da ditadura", alerta a Profª Drª Vera Karam de Chueiri,diretora da faculdade de Direito da UFPR. "Como pode não haver controle social do Judiciário?"
  10. "A gente pode achar que a Síria é longe, mas pode acontecer aqui! Trump disse que considera intervenção militar na Venezuela. Quem considera isso, considera ação no Brasil também! Por isso precisamos de uma diplomacia como a que tínhamos na era Lula" https://www.brasildefato.com.br/2018/04/18/sem-diplomacia-altiva-brasil-pode-sofrer-mesmo-destino-da-siria-alerta-celso-amorim/ 
  11. Profª Drª Vera Karam de Chueiri, da UFPR, analisa as consequências da intolerância política que permeia o golpe em curso no Brasil: "eu vejo que se tratou de um expediente para aniquilar o desacordo, o conflito e, por consequência, a própria democracia".
  12. "O nosso atual parlamento toma o conflito da política democrática como algo a ser eliminado, e, para tanto, ignora as regras do próprio processo democrático, e do legislativo, em especial", afirma a Profª Drª Vera Karam de Chueiri, diretora da faculdade de direito da UFPR.
  13. "O que está em jogo não é só o direito individual do ex-presidente Lula! É o direito do povo brasileiro de escolher seu presidente!", afirma Celso Amorim, durante evento na @UFPR
  14. "Se a @mariellefranco era representante política dos mais vulneráveis, então ela é quem precisa da maior proteção, e não a população da zona sul do Rio, como eu, por exemplo. A intervenção militar já fracassou!", pondera Celso Amorim, em Curitiba.
    Ver imagem no Twitter
  15. Durante o evento "Direitos Fundamentais, a Democracia e a Constituição da Primavera”, em Curitiba, Paula Cecília Merchán, deputada argentina, traz sua solidariedade ao movimento e diz que no país vizinho o comitê formado pela liberdade do ex-presidente segue atuante.
    Ver imagem no Twitter
  16. Acontece agora o evento "Direitos Fundamentais, a Democracia e a Constituição da Primavera”, em Curitiba, com as presenças de Leonardo Boff, Adolfo Esquivel, Celso Amorim, Paula Cecilia Merchán e Vera Karam de Chueiri.

    Acompanhe ao vivo: https://www.facebook.com/CircodaDemocracia/videos/2054538968160497/UzpfSTE4NTEyOTIzMTUzNTA0OToxNzYzNDM4ODkzNzA0MDY3/ 
    Ver imagem no Twitter
  17. Mensagem de @LulapeloBrasil foi lida por @MarcioMacedoPT durante ato político em Curitiba com a presença de João Paulo Rodrigues, dirigente nacional do @MST_Oficial, e do ex-chanceler e ex-ministro da Defesa Celso Amorim.
  18. Recado de @LulapeloBrasil à militância:

    Queridos/as companheiros/as, vcs são meu grito de liberdade todo dia. Se não tivesse feito nada na vida e tivesse construído com vcs essa amizade, já seria um homem realizado. Por vcs, valeu a pena nascer. E por vocês, valerá a pena morrer
    Ver imagem no Twitter

Share: