9 de jun de 2016

São João del-Rei não terá Inverno Cultural – UFSJ alega falta de recursos para realizar o festival. Editor Dinheiro da Lei Rouanet para quem pode....


São João del-Rei não terá Inverno Cultural – UFSJ alega falta de recursos para realizar o festival

A grave crise econômica pela qual passa o país levou à suspensão de uma das iniciativas culturais mais tradicionais de São João del-Rei. O Inverno Cultural da UFSJ, criado há quase 30 anos, não será realizado neste ano, interrompendo assim uma sucessão exitosa de 28 edições do festival. Para a produção da versão que aconteceria em 2016, o evento contaria com apresentações dedicadas ao Centenário do Samba. Em nota, a universidade anunciou a impossibilidade da realização da iniciativa por falta de recursos financeiros.
O Inverno Cultural surgiu com o intuito de promover lazer e produzir eventos culturais abertos à população. Simultaneamente, eram realizadas centenas de atividades e, no último ano, o festival aconteceu em sete cidades da região do Campo das Vertentes.
Segundo o pró-reitor de Extensão e Assuntos Comunitários da universidade, Paulo Henrique Caetano, desde a criação da festividade trabalha-se com um planejamento que pode sofrer variações. “Há um tempo que o Inverno se tornou um modelo estruturado, com os editais e os recursos que são arrecadados. Porém, ele já vem passando por dificuldades financeiras há alguns anos. Agora, nossa grande missão para o próximo ano é reorganizar esse modelo e torná-lo mais sustentável”, esclarece.
Sem o evento em 2016 setores comerciais e culturais de São João del-Rei e região poderão ser prejudicados. (Foto: Alisson Macedo)
Sem o evento em 2016 setores comerciais e culturais de São João del-Rei e região poderão ser prejudicados. (Foto: Alisson Macedo)
Ele ainda complementa que “não competimos com o recurso interno da universidade. Ela nos ajuda com a estrutura, mas não podemos ser um peso para os administradores da instituição. E esse ano, o que complicou nossa situação foi o fator da Lei de Incentivo à Cultura não ter sido reeditada no ano passado”. Sobre o Centro Cultural da UFSJ, instalado no Solar da Baronesa, Paulo Caetano ressalta que “apesar de entrar em cena como grande palco do Inverno, o Solar já possui uma dinâmica específica com os próprios eventos e editais”.
Para o diretor do Teatro Municipal de São João del-Rei, Leandro Rocha, o evento, além de incentivar a cultura, movimentava o espaço. “Ele servia a universidade durante esse período. Então, de repente podemos pensar em algo para substituir o evento. Mas agora não posso garantir nada. Fui pego de surpresa com a notícia. Acaba que ficamos um pouco órfãos nesse mês de julho sem os espetáculos. O inverno fica mais frio”, comenta.
A notícia sensibilizou várias pessoas e, no mesmo dia da divulgação da nota, na última quarta-feira, 25, um grupo se formou em redes sociais com o intuito de cobrir a lacuna formada pela falta do Inverno Cultural. O evento, intitulado Inverno Cultural dos São-Joanenses, convida a população a organizar oficinas e apresentações para incrementar o cardápio cultural que a cidade oferecia em julho com a realização do festival da UFSJ.
Captação de recursos
O evento é, através das leis de incentivo à cultura, bancado por empresas estatais e privadas. A captação, porém, não chegou ao valor mínimo necessário “mesmo diante de inúmeros esforços”, diz a nota divulgada pela UFSJ. Ainda segundo a instituição, no mesmo período do ano passado a quantia captada já era mil vezes superior à atual.
Editais
A UFSJ anuncia ainda a revogação dos editais 2016 para apresentações, exposições e demais práticas culturais no festival. A universidade entende que não deve assumir compromissos impossíveis de honrar e a não-revogação poderia causar prejuízos futuros e prejudicar atividades essenciais da instituição.
Aos artistas que participaram dos editais, a nota oficial lamenta o ocorrido e diz esperar contar com essas participações em 2017.
Comércio
O presidente do SindComércio de São João del-Rei, Wainer Pastorini Haddad, afirma que será uma grande perda não só para o comércio como para toda a cidade a não realização do Inverno Cultural. “Nós ficamos perdidos. Vamos ter uma queda nas vendas devido à redução de fluxo de pessoas. Com a não realização do evento, temos uma perda cultural incalculável e um queda financeira considerável, já que o número de pessoas que vêm a cidade nessa época representa um aumento de fluxo de até 30%.”
O mesmo sentimento é compartilhado pela presidente da Associação Comercial de São João del-Rei, Olga Aparecida da Silva, que complementa. “Nesse momento em que estamos com dificuldades financeiras, um evento desse porte ser cancelado significa grandes perdas. Seria uma época para o comércio respirar um pouco”, conclui Olga.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © . ODTUR - Otavio Demasi: Turismo e Políticas Públicas - Posts · Comments
Theme Template by BTDesigner · Powered by Blogger