24 de fev de 2017

COLATTO DEFENDE "O SUL É MEU PAÍS" E DESENCADEIA SURTO PSICÓTICO. - Editor - separar o Brasil é fragmentar sua soberania, desdenhar do seu potencial, das suas potencialaidade e vocações. Somos o quinto maior país do mundo em extensão, um dos maiores litorais do planeta, vários sotaques mas um único idioma, um dos maiores mercados internos, 206 milhões de habitantes, entre os 10 países mais populosos do mundo, além de estarmos entre as maiores economias do mundo, mesmo com o IMPOSTOR GOLPISTA DO PMDB E TERMOS DEIXADOS A DEMOCRACIA,TAMBÉM COM O VOTO DO ALUDIDO DEPUTADO. 2018 está aí, IMPEACHMENT NAS URNAS PARA TODOS OS GOLPISTAS.


26/08/2015 ÀS 11:54 - ATUALIZADO EM 26/08/2015 ÀS 12:29
COLATTO DEFENDE "O SUL É MEU PAÍS" E DESENCADEIA SURTO PSICÓTICO
OAB do Maranhão e deputado maranhense tentam intimidar parlamentar. Argumentos para atacá-lo são no mínimo patéticos.


Em seu Facebook, o deputado Valdir Colatto (PMDB-SC) compartilhou uma postagem comparando a população, a arrecadação de impostos e os repasses que Santa Catarina e Maranhão possuem. A postagem apresenta números e afirma que, pela distribuição ser injusta, deveríamos nos separar. Este Sul Connection não tem juízo de valor formado sobre o separatismo. Mas tem juízo formado sobre a idiotice. E a idiotice foi o quê pautou a reação contrária ao posicionamento do deputado.

Primeiro, a OAB do Maranhão faz um nota de repúdio patética ao deputado. Como de costume no Brasil, não discute o quê Colatto afirmou, não contesta os números, não questiona seriamente nem mesmo a questão do separatismo. Atira no quê não foi dito, atribui intensões e sentimentos não expressados e tenta caricaturizar o adversário. Já nas primeiras palavras diz que a posição do deputado trata-se de manifestação "eugênica". Sugiro aos doutos rábulas maranhenses uma visita à Wikipedia para saber o significado de Eugenia. E desafio os mesmos rábulas (advogado que usa de ardis e chicanas para enredar as questões. ej. advogado muito falador, porém de poucos conhecimentos) a apontarem aonde na postagem de Colatto podemos encontrar a defesa de qualquer coisa semelhante.

Em seguida a entidade passa à tentativa de intimidação, afirmando que defender o desmembramento do território nacional é crime. Bom, Colatto não defendeu o desmembramento. Ele apresentou um argumento (bastante sólido na verdade) apontando para discriminação nos repasses de recursos da União. Daí a defender o desmembramento e provocá-lo (que é do quê trata a Lei) vai um longo caminho. A legislação seguinte citada, sobre discriminação, é simplesmente patética. Não conseguem os rábulas maranhenses , encastelados na OAB local, entender que o discriminado em tela é justamente Santa Catarina e não o coitadinho do Maranhão?

Como não bastasse, o deputado federal Juscelino Filho (PRP-MA) entrou no baile pra aumentar ainda mais a bagunça, equivalendo separatismo ao nazismo e ao fascismo. Vou considerar que o deputado seja apenas um ignorante de marca maior, alguém desprovido de conhecimentos mínimos sobre a história mundial. O Nazismo, ao contrário do quê pensa Juscelino, não era separatista, era um movimento unionista. Tanto assim o era que anexou a Áustria à Alemanha e proclamava a existência de um "Espaço Vital Alemão" para nortear sua política externa. Separatismo gerou os Estados Unidos da América (que separou-se da Inglaterra). Separatismo, no Brasil, comemora-se todo 7 de setembro, com desfiles em todo o país. Foi o dia em que Dom Pedro I proclamou nossa SEPARAÇÃO de Portugal. 

Pode-se discordar de Colatto. Pode-se defender o Brasil como unidade indissolúvel. Existem argumentos bons e sólidos para isso. A reação histérica apenas contribui para dar razão aos argumentos dos quê querem a secessão. 

ATUAÇÃO INCOMODA

Collatto tem se destacado, em sua atuação na Câmara Federal, pela defesa dos agricultores, pela luta contra a imposição da diatadura ecochata, pela defesa dos caminhoneiros, enfim, uma atuação impecável em defesa do setor produtivo nacional. Uma luta em defesa dos interesses da Nação. Igualmente tem se alinhado com pautas de interesse dos cidadãos, como a redução da Maioridade Penal e o direito que cidadãos de bem devem ter de andar armados.

Talvez, por trás deste surto histérico motivado por uma postagem inofensiva no Facebook, esteja a tentativa de intimidar e diminiuir a atuação de Colatto no Parlamento.

Conhecendo o histórico do deputado, a chance dessa tentativa de intimidação prosperar é mínima
http://www.sulconnection.com.br/noticias/1132/colatto-defende-o-sul--meu-pas-e-desencadeia-surto-psictico
Share:

0 comentários:

Postar um comentário